Instagram: como capturar ‘fotos’ nos vídeos para postar na rede social

Sabe quando você se empolga gravando vídeos de algum acontecimento no celular, mas se esquece de tirar fotos? Às vezes, a gente até faz o registro com foto, mas nenhuma fica tão legal quanto a sequência de imagens filmadas. E então você não tem uma imagem legal para postar no Instagram, só o vídeo. A primeira coisa que vem à cabeça é fazer um print da tela, mas dependendo do movimento na gravação a imagem vai ficar embaçada. A boa notícia é quem existe um jeito de extrair uma foto bacana a partir do vídeo que você fez.

Descartando a possibilidade do screenshot com o vídeo em reprodução, a segunda ideia geralmente é dar o play no vídeo e pausar no momento exato que você quer fazer a foto. Pronto, assim nosso pequeno problema estaria resolvido. Mas, se você fizer isso, o botão do play vai ficar aparecendo no centro da imagem, aguardando até que o vídeo seja colocado para rodar novamente.

Então, qual seria a solução definitiva? Tente fazer o seguinte:

1. Localize e dê play no vídeo do qual você pretende extrair a foto para o seu Instagram – no próprio player do celular ou tablet. Entre no modo de edição do vídeo. Se você nunca editou um vídeo no dispositivo, é o mesmo botão que você utilizaria para editar se fosse uma foto.

2. Agora o vídeo não vai rodar automaticamente porque você acessou o modo de edição. Na tela serão exibidos os frames da filmagem na parte inferior da tela. É por ali que você vai “navegar”: deslize o dedo sobre a tela, para o lado direito ou esquerdo. Dessa forma, você vai conseguir encontrar o momento ideal do vídeo para capturar em foto e postar no Instagram.

3. Você vai perceber que agora não aparece mais o botão de play no centro da imagem. Achou o close ou a cena que você queria em foto? Basta fazer o screenshot e, pronto, sua foto já pode ir para o Instagram.

4. Edite a imagem captada no próprio Instagram ou no seu aplicativo de fotos do celular, tanto faz. Certamente você vai preferir cortar as bordas que podem aparecer na captura da tela e remover também a sequência de frames que saiu na imagem.

5. Depois de extrair sua foto e remover as bordas, é só postar normalmente e aplicar ou não seu filtro preferido, o mesmo procedimento de postar qualquer outra foto como você já faz normalmente.  

É bem simples, não é? Agora, quando você quiser uma foto de algo engraçado ou inesperado que foi gravado, já sabe como extrair uma imagem dela para colocar no Instagram. A qualidade da foto se mantém a mesma da gravação, não dá nem para perceber que se trata de uma imagem retirada de um frame do vídeo.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Energia gerada por fonte fotovoltaica atinge 1 GW no Brasil

A geração de energia fotovoltaica no Brasil já atingiu 1 gigawatt de potência em usinas de fonte solar em operação pelo país. O levantamento foi feito pela ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), que afirmou em nota que o país entrou em 2018 com um crescimento de 1.153% na produção de energia a partir das instalações fotovoltaicas.

O número é histórico, já que esse nível só foi alcançado por 30 países no mundo todo. Ainda de acordo com a ABSOLAR, o crescimento expressivo na produção de energia fotovoltaica se dá em consequência das usinas compradas em leilões. Os arremates aconteceram em 2014 e 2015, e a geração gerada pelas usinas é responsável pela produção de 0,935 GW de potência. Já a energia fotovoltaica proveniente dos painéis solares de telhados ou pequenas instalações representa 0,164 gigawatt do total.

Brasil tem potencial para se destacar em energia fotovoltaica

O presidente da ABSOLAR, Rodrigo Sauaia, afirma que o Brasil possui um dos melhores climas para empreendimentos de energia solar fotovoltaica. Ainda assim, ele é categórico ao dizer que esse potencial ainda não é tão explorado quanto poderia ser: “O Brasil está mais de 15 anos atrasado no uso da energia solar fotovoltaica”, afirmou. O presidente também defende que o país tem as condições favoráveis para ficar entre as principais nações nesse segmento.

As usinas contratadas pelo governo entre 2014 e 2014, que são a geração centralizada, estão localizadas principalmente na Bahia, no Piauí, em Minas Gerais, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte. Já a geração distribuída é aquela que representa a menor participação do total, mas que tem um papel fundamental no crescimento da produção de energia solar fotovoltaica. Ela representa a participação de uso pela população geral, empresas, residências, comércio, indústria, zona rural, entre outras.  

Ainda segundo a associação, essa potência 1 GW que já é produzida pela geração de energia fotovoltaica no país é capaz de abastecer 500 mil casas. O número de brasileiros atendidos poderia chegar a 2 milhões. Atualmente, 195 países contam com produção de energia de fonte solar. Estar entre os 30 maiores é um avanço para o Brasil, mas o país pode progredir muito mais. “Para isso, precisamos de um programa nacional estruturado para acelerar o desenvolvimento da energia solar fotovoltaica”, segundo Rodrigo Sauaia.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Aprenda a remover o WiFi da vizinhança da sua lista de conexões

Nem sempre é agradável ter o WiFi dos vizinhos aparecendo entre as redes disponíveis no seu computador. A menos que você seja muito próximo da vizinhança a ponto de compartilharem a senha do WiFi com você. Caso contrário, os nomes das redes podem atrapalhar na hora em que você vai se conectar. 

Se você se incomoda, saiba que é bem fácil configurar as suas redes WiFi disponíveis no Windows 10: basta acessar o recurso do Prompt de Comando. Se você ainda não estiver muito acostumado com essa funcionalidade na versão mais recente do Windows, é só seguir nosso tutorial abaixo.

1. Na barra de pesquisa do seu Windows, pesquise por “prompt” e logo deve ser mostrada a opção Prompt de Comando.

2. Em seguida, clique com o botão direito para escolher a opção “Executar como administrador”. Clique no botão “Sim” caso apareça a tela de controle de usuário pedindo sua confirmação para fazer alterações no computador.

3. Agora você vai precisar digitar o seguinte texto na tela do prompt de comando: 

netsh wlan add filter permission=block ssid=”REDE” networktype=infrastructure

4. Substitua a parte em que está escrito “REDE” pelo nome da rede correspondente que você não quer mais ver na sua lista de WiFi disponíveis. Não altere nenhuma outra parte do texto. Assim que finalizar, tecle “Enter”.

5. Repita o procedimento para cada rede WiFi ao redor da sua casa ou do seu escritório que você deseja excluir. Não se esqueça de substituir o nome da rede, que deve permanecer entre aspas. O restante do texto não deve ser modificado, para que o comando realmente funcione.

Pode dar um pouquinho de trabalho inserir uma rede por vez, mas vale a pena não ter aqueles nomes esdrúxulos aparecendo na sua lista. Ainda que seja apenas para localizar a seu próprio WiFi mais facilmente, esse recurso quebra um galho. 

Exibindo as redes WiFi bloqueadas

Se por algum motivo você quiser voltar atrás e restaurar as opções de exibição das redes, não se preocupe: o processo pode ser revertido. Isso também é válido caso você cometa algum erro, embora o procedimento seja muito simples. De qualquer forma, se você quiser exibir novamente as redes que escondeu no Windows 10, faça o seguinte:

1. Siga o mesmo procedimento que utilizamos para bloquear as redes indesejadas: na barra de pesquisa da Área de trabalho, digite “Prompt” e clique com o botão direito sobre o item para executar a tarefa como administrador.

2. Agora você deve digitar o texto a seguir para que as redes de WiFi ocultas sejam exibidas novamente:

netsh wlan set blockednetworks display=show

Dessa vez, não será preciso alterar nada no texto, basta copiar e colar. 

3. Em seguida, pressione “Enter”, e pronto: as redes ao redor de você que estavam bloqueadas vão aparecer novamente na lista de conexões disponíveis.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

7 maneiras de configurar o controle dos pais no iPhone das crianças

Há um vasto número de celulares construídos para o público infantil, mas muitas crianças não estão satisfeitas com eles, por isso as vemos com tanta frequência pedindo modelos específicos aos pais. Uma das marcas mais desejadas pelos pequenos é a Apple com seus iPhones, que estão cada vez mais comuns nas mãos deles.

Esse número de dispositivos com essa garotada é fomentado pelos próprios pais, que repassam o aparelho para os filhos ao comprarem um novo. Só que entregar um modelo com tantos recursos a um público de curiosidade aguçada é algo que exige certa cautela, para evitar que um presente bem intencionado vire um vilão e traga outros problemas para a família.

A preocupação com o controle dos pais chegou a níveis tão altos que, no início de 2018, dois acionistas de peso da Apple pediram, em uma carta aberta, que a empresa adote medidas que facilitem a gerência dos pais ao acesso do iPhone das crianças. Em resposta, a empresa da Maçã prometeu incluir alguns novos recursos para ajudar nessa vigilância familiar.

Enquanto a fabricante não implementa as novas funcionalidades, os pais devem explorar alguns recursos já existentes no iOS que ajudam no controle de acesso, cercando muitas das principais preocupações. Conheça-os a partir de agora!

Antes de tudo, habilite as restrições

No Windows essa área é chamada de controle dos pais, porém a Apple se limita a nomeá-la de restrições. Para habilitar os recursos, navegue pelo caminho: Configurações > Geral > Restrições > Habilitar restrições. Pronto, agora já podemos impor alguns limites ao seu filho enquanto ele navega pelo iPhone.

1. Desative alguns aplicativos

Logo que as restrições forem ativadas, surgirá uma área chamada “Permitir”. Nesse ambiente, você pode limitar o uso ou bloquear por completo alguns apps que a criança não deve acessar sem a supervisão de um adulto. Por exemplo, o navegador Safari pode ser desabilitado, impedindo assim que ela tenha amplo acesso a sites da internet. Ou você também poderá bloquear o FaceTime, evitando que ela converse com outros contatos via vídeo.

2. Limite os conteúdos

Nem sempre será viável desativar por completo alguns apps, ou talvez seja até impossível, pois alguns deles são essenciais para o sistema, como a Apple Store, por exemplo. Mas você pode restringir os acessos. Se você acha interessante que ele utilize o Safari para pesquisa, mas não quer que ele acesse sites pornográficos, escolha esse filtro. Há outras opções também, como o bloqueio de compras na lojas de aplicativos usando seu cartão de crédito.

3. Configure a privacidade

Esse controle é muito importante para a gestão dos acessos da criança. Nele você consegue evitar que ela faça alterações e vários aplicativos que violem a sua privacidade. Por exemplo, o serviço de localização, importante para que você a rastreie, pode ser impedido de ser desativado. Ou você poderá controlar quais aplicativos acessam a galeria de fotos ou a câmera, evitando que ela compartilhe fotos pessoais em locais duvidosos da web.

4. Limite as alterações no sistema

Que criança é curiosa todos nós sabemos, mas essa destreza em explorar tudo o que vê pode gerar uma grande bagunça ou até mesmo pôr em risco a própria segurança. Para eliminar as chances de configurações erradas, limite o que ela consegue alterar no sistema. Isso evita que ela modifique configurações da sua operadora ou comandos delicados.

5. Ajuste a jogatina

Talvez o interesse por jogos seja o principal motivo de seu filho desejar um iPhone, afinal esse público adora gastar seu tempo na imensa lista de games da Apple Store. Mas tome cuidado para que não sair do controle, pois o vício em games será considerado doença pela OMS.

Nas configurações, certifique-se de limitar os jogos, para que o seu filho não tenha acesso a ambientes de jogatina online, pois o perigo se instaura quando, além do celular, ele estiver disputando com alguém. Desative a possibilidade de multijogadores e de captura de tela durante as aventuras.

6. Ative a aprovação de compras

Se o seu filho tiver menos de 13 anos, essa função já virá como padrão. Caso contrário, você precisará ativá-la nas configurações. É importante ter o controle de todas as transações da conta, evitando sustos no cartão de crédito.

Acesse Configurações > Seu usuário > Compartilhamento de família > Adicionar novo membro > Criar uma conta infantil. Nessa área, configure o controle das compras. Dessa forma, todos os membros poderão comprar com os dados do cartão do gestor, porém tudo passará pelo crivo de quem pagará.

7. Verifique o compartilhamento de localização

Veja se a opção de compartilhar o local está ativa. Essa parte é importante para que você localize o dispositivo e seu filho caso ele não atenda ligações ou responda as mensagens de texto. Assegure-se de que tudo está ativado aí.

Mesmo a Apple não tendo tantos recursos com foco específico para o controle dos pais, é possível ajustar muitas outras funcionalidades que permitem essa finalidade. 

O que você acha importante a empresa da Maçã incluir no iPhone após a solicitação dos acionistas? Você que é pai tem alguma necessidade específica? Conte para a gente nos comentários!

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Site mostra todas as interações e comandos do Google Assistente

Google realmente quer que seu assistente decole e seja mais utilizado pelos usuários de Android no dia a dia. Em inglês, são cerca de 1 milhão de comandos disponíveis para facilitar a interação com os produtos que possuem o GA. E para mostrar que seu sistema de inteligência artificial pode ir muito além de te dizer como está o tempo, a empresa fez um site dedicado a explicar como o assistente pode te ajudar respondendo aos seus comandos de voz ou texto.

Na aba “What it can do”, página do site dedicada ao Google Assistente em inglês, é possível ter acesso a dezenas de recursos disponíveis. Os exemplos estão divididos por categoria, e a lista é extensa. A página destaca a possibilidade de controlar eletrodomésticos, luzes, aparelhos, entre outros. Alguns deles são bem curiosos, como o comando “talk to rain noise”, para quando você quiser um som ambiente relaxante como barulho da chuva. 

Na versão do Brasil, os comandos são mais limitados, mas também é possível conferir a lista de comandos na aba “o que ele faz” do Google Assistente em português brasileiro. As categorias variam entre educação e referência, viagem e transporte, recursos de produtividade, jogos, fotos etc. Tudo para você usar menos as mãos enquanto precisa fazer alguma pesquisa, mandar mensagens, tirar fotos, fazer ligações e outras ações.

Não é por mero capricho que a empresa quer que as pessoas se acostumem cada vez mais com seu assistente virtual. Com a crescente tendência da internet das coisas e dispositivos equipados com alto-falantes e touchscreens, os sistemas de inteligência artificial farão parte do cotidiano mais intensamente. Um exemplo recente é a chegada do Google Assistente no Android Auto, nos EUA, que permite controlar dispositivos integrados de dentro do automóvel. Mas é no controle doméstico que o sistema deve se destacar ainda mais neste ano.

Por isso, espere ouvir mais sobre a presença dos assistentes de inteligência artificial, especialmente das principais vozes, como a do próprio Google Assistente, da Cortana (Microsoft), da Alexa (Amazon) e da Siri (Apple). Pode ter sido só engraçado poder pedir para essas vozes virtuais contarem piadas e ouvir respostas cômicas, mas definitivamente os assistentes artificiais não vieram só para brincadeira. Ou pelo menos não é apenas isso que suas criadoras esperam delas.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Como cancelar spams de operadoras de celular

É bastante inconveniente aquele momento em que vamos verificar as notificações no nosso celular, apenas para descobrir que não é uma mensagem aguardada, uma ligação importante ou algo de real interesse. É, na verdade, uma mensagem publicitária. Quando enviado pela operadora, esse tipo de conteúdo pode ser especialmente irritante, mas existe uma maneira muito fácil de bloquear e se livrar do incômodo.

Segundo a Anatel, a prestadora não poderia sequer enviar essas mensagens sem o nosso consentimento. De qualquer maneira, seu site oficial informa que o cancelamento pode ser feito pelo consumidor a qualquer momento. A resolução que determina essa informação é de 2014 e pode ser acessada aqui.  

1

Para cancelar o envio de mensagens publicitárias da operadora, é muito simples e rápido. Confira os passos a seguir:

1. Verifique o número correspondente à sua operadora. Cada uma delas terá um número para que o cancelamento seja efetuado. No caso da Claro, o número é “888”, o da operadora Oi é “55555”, já o da TIM é “4112”, e o da Vivo é “457”. No caso da Nextel, é necessário entrar em contato com o atendimento mesmo.

2

2. Em seguida, mande uma SMS com a palavra “Sair” para o número que você selecionou e, então, é só aguardar uma resposta. Fazendo o teste para o número da operadora TIM, a resposta veio instantaneamente. Fui informada, como consta na imagem, de que a partir deste momento não receberei mais mensagens publicitárias. O limite oficial é de 24h para o seu número ser eliminado da listagem. 

3

3. Em caso de problemas para cancelar esse envio de mensagens spam, também é possível fazer uma reclamação formal no órgão responsável por regular as telecomunicações. Para isso, é necessário fazer o login do site da Anatel (clique aqui). Se não tiver dados para o login, é só clicar em “Ainda não sou cadastrado”. Depois de acessar na plataforma, será possível fazer uma reclamação, pedir informações específicas, dar alguma sugestão ou até fazer uma denúncia.

O prazo de atender uma reclamação será de cinco dias úteis. As operadoras são obrigadas a responder, independentemente de qual for a resolução, lembrando que, caso a prestadora não respeite o seu desejo de não receber as mensagens, ela será multada.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Como usar o Waze para encontrar postos com combustível mais barato

Waze é um aplicativo de navegação disponível para iPhone (iOS) e aparelhos Android. Mais do que um simples app de GPS, o Waze se propõe a ser seu aliado para superar o trânsito e fazer o melhor trajeto, como sugere seu slogan: outsmarting traffic, together. Uma de suas funções mais úteis talvez seja a de ajudar a encontrar os postos de combustível mais em conta e próximos a você.

Os passos abaixo mostram como fazer para achar os melhores preços de postos de combustível, a partir da sua localização. Essas informações existem graças a um sistema do Waze que está em constante atualização. Depois de fazer o download na App Store/PlayStore, é só seguir os passos e começar a economizar:

1. Abra o Waze e toque no ícone de busca (lupa), na parte inferior esquerda da tela.

1

2. Toque no ícone de configurações (engrenagem) e, primeiro, ajuste para que o preço seja o critério de seleção principal. Para isso, role e encontre “Postos de combustível” na lista que diz “Configurações avançadas”.

2

3. Faça suas escolhas com relação ao combustível da sua preferência e, logo abaixo, toque em “Classificar por”. Depois, selecione o “Preço”, conforme a imagem. Mesmo fazendo essa opção, também será possível ver a distância de cada posto que a sua busca encontrar, posteriormente.

3

Obs.: Em alguns celulares, o ícone de engrenagem também aparece logo depois de tocar na barra de busca, no canto direito da tela.

4. Agora, toque na barra de busca, onde se lê “Para onde?”, e encontre o ícone que representa uma bomba de combustível (destacado na imagem).

4

5. De acordo com as escolhas feitas nas suas configurações, agora a listagem tem nos primeiros resultados os postos com melhores preços, já indicando o valor, em verde. Os preços intermediários estão em amarelo e os mais altos, em vermelho.

6. Para chegar até o seu destino, é só escolher uma das opções de postos na lista e depois tocar no botão “Ir”.

5

Uma novidade bem interessante que também pode ajudar a economizar ou a ter um trajeto mais tranquilo é evitar pedágios e vias expressas. Para ativar, basta voltar às configurações e depois tocar em “Navegação”. Lá, é só ligar as chaves correspondentes às funções. Pronto! Agora você já tem as dicas do Waze, para economizar no trânsito.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Recordar nem sempre é viver: filtre memórias indesejadas no Facebook

Recordar é viver, já dizia o ditado. Mas nem sempre as lembranças são coisas boas de serem relembradas  especialmente quando é o algoritmo do Facebook o responsável por te enviar uma foto ou uma postagem de anos atrás e que, em vez de ser daquela festa que você se divertiu horrores, é alguma lembrança que só te traz aquele aperto no coração. Mas, como todo bom recurso, é possível filtrar essas notificações diretamente no aplicativo. Abaixo te mostramos o passo a passo, caso você queira filtrar suas mensagens.

O caminho das pedras é bem simples

1. Entre no menu do Facebook (basicamente aquelas três barras em paralelo e na horizontal que aparecem no canto direito superior da tela).

2. Procure o item “Aplicativos” e selecione a opção “Neste Dia”.

1

3. Clique na engrenagem localizada no canto direito superior da página e selecione a opção “Preferências”.

2

Dessa forma, é possível escolher pessoas ou datas específicas e das quais você não quer se lembrar (tipo aquele seu/sua ex com quem você ainda não teve maturidade suficiente para manter um relacionamento de amigos, mas também não quis cortar relações #FicaDica).

Se você está acessando o Facebook web, o caminho para editar as configurações é ligeiramente outro, mas nada muito diferente do aplicativo:

1. Vá direto na página do recurso (para ficar mais fácil, acesse pelo link).

2. Selecione “Preferências” (botão localizado no canto direito superior do banner em que aparece a data das memórias listadas).

Deverá aparecer a seguinte caixa de diálogo, para você poder selecionar quem ou datas que não gostaria de ver novamente:

3

E é isso. Com tudo configurado, você não deve mais ver lembranças indesejadas.

Nostalgia pura

O recurso “Neste Dia” (On This Day, em inglês) foi lançado oficialmente pelo Facebook em março de 2015 e agradou muitos usuários da rede. Mas, desde lá atrás, algumas lembranças infelizes começaram a vir à tona.

Na época, inclusive, uma história que repercutiu nas mídias foi a lembrança do usuário Sean Forbes, que foi impactado por uma foto do seu melhor amigo, que tinha cometido suicídio anos antes.

4

A lembrança citada era uma mensagem de despedida deixada na rede e da qual ele não precisava ser lembrado, como ele mesmo comentou ao The Verge à época. “Eu fiquei realmente chocado por essa ser uma das imagens que eles escolheram”, afirmou o usuário. “É como se fosse um tapa na cara sobre o que aconteceu, e isso traz lembranças e sentimentos antigos.”

Vale ressaltar que as configurações de filtragem já estão disponíveis há um bom tempo, mas nem todo mundo está ciente dessa possibilidade. Também é possível desabilitar o recurso por meio das configurações.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Passado e futuro se encontram em alto-falantes com design retrô

Fazendo a cobertura da CES 2018, temos comprovado o quão verdadeiro é o apelido que essa feira ganha. De fato, é um paraíso de invenções tecnológicas. Existe novidade para todos os gostos e com objetivos que vão dos funcionais e úteis até aqueles de necessidades questionáveis.

E o que temos percebido é que muitas empresas vêm apostando em valores emocionais para explorar a criatividade. Afinal, a tecnologia moderna não anula o passado. E itens que caíram em desuso ou tiveram aparência redesenhada nem sempre precisam ir para o mundo do esquecimento.

Partindo dessa visão, a Klipsch revisitou os antigos alto-falantes de mesas, bem famosos há algumas décadas, para trazer um produto de ponta com uma aparência retrô. A marca norte-americana já é consagrada como fabricante de dispositivos de áudio há anos, e as releituras que os modelos propõem puderam ser feitas nos próprios aparelhos históricos da empresa.

Contraste de gerações

Os dois equipamentos da marca trazem conectividades modernas, como a presença do assistente da Google e a conexão Bluetooth, integrando um visual da época em que um aparelho celular seria algo que só doido imaginaria.

O Three é o modelo estéreo que tem um Subwoofer integrado para proporcionar uma experiência de uso potente. Já o The One chamou mais atenção do público por ser portátil e ter bateria recarregável.

A construção dos modelos é o ponto forte deles. Eles são feitos em madeira folhada, como os nossos antigos rádios, e têm os detalhes dos botões e interruptores em cobre, como manda a nostalgia.

O Three vai custar 499 dólares, com disponibilidade prevista para o outono deste ano (entre setembro e dezembro, nos EUA). Já o The One custará 349 dólares e poderá ser comprado na primavera do próximo ano (entre março e junho de 2019).

Vale a pena?

O estilo retrô não é novidade, mas ainda há muito espaço para inovações nessa pegada. E quando falamos em tecnologia de épocas passadas, sempre vêm à mente os aparelhos de TV e de som que tínhamos em casa. Por isso, assim como o retorno dos apaixonados por vinil, esses produtos podem, sim, fazer sucesso.

Vale lembrar que um dispositivo como esse é vantajoso para aquelas pessoas que buscam algo além das funcionalidades, pois ele pode servir como objeto de decoração também. E diferente daquelas relíquias que muitos compram para enfeitar a sala, estes são bonitos e funcionam.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Panasonic cria sistema com assistente digital para carros

O controle de funções dentro do carro está sendo redesenhado com os serviços de voz inteligente, como Amazon Alexa. A novidade para automóveis que inclui recursos inteligentes offline foi apresentada recentemente na CES 2018, em Las Vegas. Lá, a Panasonic anunciou seu trabalho em conjunto com esse serviço da Amazon.com e também com a Google.

A empresa informou que os carros equipados com seu novo sistema “Panasonic Skip Generation Platform” (atualizado para o Android 8.1 Oreo) terão a capacidade de conexão com o assistente do Google. Os aplicativos para automóveis do Android terão acesso a controle de temperatura, ventilação, além de mídia e navegação por GPS. Apenas com comando de voz, será possível atender/fazer ligações ou acessar aplicativos como WhatsApp.

Panasonic

Panasonic também falou dos esforços com a Amazon para que o sistema de infotenimento tenha algumas habilidades que funcionem sem que o carro esteja conectado à internet. Mesmo offline, será possível solicitar à assistente que “diminua o ar-condicionado”, por exemplo. Tom Gebhardt, presidente da Panasonic da América do Norte, disse que um novo mundo de experiências se abre com essa parceria e que a iniciativa de entregar esse recurso às fabricantes de carros “mostra comprometimento da Panasonic com a liderança no setor automotivo”.

Para ativar o comando de voz da Amazon, será preciso usar a palavra-chave “Alexa”, e então fazer o pedido, como “encontre tal lugar” e assim, receber indicações. Também no caso dos serviços smart para casa, será possível ligar o aquecedor, verificar se a porta da rua está trancada e acender/apagar luzes de casa, a partir do seu carro.

panasonic

Outro exemplo interessante é poder pedir comida para entrega, antes mesmo de chegar em casa, usando serviços como GrubHub e Amazon Restaurants. No caminho que restar até a hora de jantar, também dá para se atualizar nas notícias, dizendo apenas “Alexa, quais são as notícias?”.

O sistema de infotenimento, mistura de informação e entretenimento, vem para melhorar também o trânsito e diminuir acidentes. Afinal, todos já usamos os aplicativos do smartphone para nos auxiliar, enquanto dirigimos, mas com o comando de voz e um sistema integrado ao veículo não precisaremos tirar as mãos do volante. Sem necessidade de conexão para algumas funções, então, tudo ficará mais seguro e prático.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo