Peguem todos: Ditto já aparece disfarçado de outros bichos em Pokémon GO

Pidgey, Zubat, Magikarp… O termo “temos que pegar” nunca fez tanto sentido quanto agora. E que comecem as caças!

Por muito tempo, os jogadores teceram diversas teorias sobre a aparição de Ditto em Pokémon GO, sendo que uma das mais faladas era a possibilidade de ele dar as caras disfarçado como outros bichinhos. E, pelo visto, quem dizia isso estava com a razão, pois alguns sortudos já conseguiram colocar suas mãos no monstrinho capaz de assumir outras formas.

Há relatos de que Ditto foi adicionado na última atualização para o jogo, mas só agora ele efetivamente pode ser capturado. Diversas mensagens foram publicadas na internet recentemente, incluindo uma do Brasil, caindo por terra a informação de que ele seria exclusivo de um território.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Apple é responsável por 91% do lucro do mercado de smartphones

iPhones

De acordo com as estimativas mais recentes da empresa de pesquisa de mercado Strategy Analytics, as vendas de iPhones devem ser responsáveis por 91% dos lucros do mercado global de smartphones durante o terceiro trimestre de 2016, estabelecendo um novo recorde no segmento.

A pesquisa aponta a Apple como a fabricante de smartphones mais rentável do mundo, com um lucro operacional de US$ 8,5 bilhões no trimestre encerrado em setembro. O lucro total da indústria no mesmo período foi de US$ 9,4 bilhões.

Os lucros impressionantes da Maçã acontecem graças à habilidade da empresa em maximizar os preços dos seus produtos e mantê-los fixos, além de minimizar o custo de sua produção, que é baseada na China.

Ainda de acordo com a empresa de pesquisa, as chinesas Huawei, Vivo e OPPO foram as outras três fornecedoras de celulares mais rentáveis do mundo no último trimestre. No entanto, a diferença entre os números é gritante, com a Huawei, segunda colocada da lista, representando apenas 2,4% do lucro do mercado global de smartphones.

Em outubro, a Apple anunciou uma receita de US$ 46,9 bilhões no quarto trimestre fiscal, com 45,5 milhões de unidades de iPhones vendidas. Embora o número represente uma queda em relação ao mesmo período do ano anterior, a comercialização dos smartphones da empresa foi melhor do que o esperado. A expectativa para o trimestre que encerra o ano é que a Apple aumente em 33% a venda de iPhones nos seus 40 principais mercados.

Via Apple Insider

via Canaltech

Golpes no WhatsApp: conheça os mais populares e saiba como se proteger

Conheça os mais principais golpes no WhatsApp e saiba como se proteger! Confira uma lista com os golpes mais populares entre os usuários do WhatsApp.

(Isto é apenas um teaser – clique aqui para ver o post completo)

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Fones de ouvido podem ser usados para espionar usuários

Headphone

Depois de ver que até mesmo o CEO do Facebook e o diretor do FBI recomendam cobrir a webcam dos computadores com fita adesiva, muita gente passou a se preocupar com a possibilidade da sua câmera ser acessada remotamente por hackers. No entanto, o que muitos não sabem é que até mesmo fones de ouvido podem ser usados para espionar você.

O alerta foi feito por um grupo de pesquisadores da Universidade Ben-Gurion do Negev, em Israel. Eles criaram um malware que explora um recurso dos codecs RealTek, tecnologia presente na maioria das placas-mãe de PCs, que permite alterar a função do jack de áudio dependendo do tipo de dispositivo que é conectado.

Um computador infectado pode ser configurado remotamente para trocar a função do conector de fone de ouvido para a do microfone, permitindo que qualquer fone conectado ao PC possa potencialmente servir para capturar o áudio do ambiente, o que o transforma facilmente num dispositivo de espionagem.

Como podemos ver no vídeo divulgado pela equipe de pesquisa, a qualidade do áudio obtido nos testes é bem impressionante. Isso quer dizer que é possível ouvir tranquilamente tudo o que a vítima diz enquanto está na frente do computador, seja no telefone ou conversando com alguém que está ao seu lado.

O software criado pelos pesquisadores se chama Speake(a)r, e na verdade não é realmente malicioso. Ele foi usado para testar uma teoria, mas os especialistas alertam que essa é uma ameaça bem real, e que pessoas má intencionadas podem usar o programa para espionagem sem grandes dificuldades.
Por enquanto, o grupo liberou apenas os resultados dos testes realizados em PCs que utilizam tecnologia da RealTek, mas é possível que smartphones, tablets e outros dispositivos com entradas de áudio possam estar vulneráveis a um ataque do tipo.

Enquanto não existe nenhuma evidência de que um malware à la Black Mirror que use essa vulnerabilidade está a solta por aí, é melhor prevenir do que remediar, portanto, uma boa dica é desconectar os seus fones de ouvido quando não estiver utilizando.

Via Engadget

via Canaltech

Twitter se engana e exclui conta do seu próprio CEO

Twitter

Imagine a seguinte situação: você é o chefão de uma multinacional cujo serviço é utilizado por milhões de pessoas em todo o mundo. O único problema é que você não pode usar esse serviço porque sua conta foi suspensa. Esquisito, não é? Mas foi exatamente isso o que aconteceu com Jack Dorsey, CEO e cofundador do Twitter, nesta terça-feira (22).

Dorsey é daqueles tuiteiros vorazes e está sempre piando na plataforma. Justamente por esse motivo as pessoas que o seguem acharam estranho quando ficaram alguns minutos sem ver o executivo passando em suas timelines no Twitter. Ao ir atrás do perfil do executivo, todo mundo acabou sendo surpreendido ao descobrir que ele simplesmente havia sido excluído.

O caso, claro, deixou muita gente eufórica e confusa. Afinal de contas, por que raios o Twitter excluiria a conta de seu chefão? Seria uma espécie de vingança dos estagiários?

Algum tempo depois, a conta de Dorsey foi reativada e ele logo tratou de esclarecer as coisas e desmentir teorias da conspiração. Em tom de piada, o executivo tweetou dizendo que a exclusão de sua conta aconteceu devido a um "erro interno".

Apesar do bom humor, a verdade é que esta é a segunda vez em apenas uma semana que o Twitter pisa na bola e comete uma falha de grande magnitude. Na última quinta-feira, 17, a plataforma de microblogs exibiu anúncios de um site neonazistas e pediu desculpas por isso, pondo a culpa no "sistema automatizado".

Embora tenha espanado o problema para debaixo do tapete, o caso de ontem nos leva a imaginar se a conta de Dorsey não foi comprometida. E essa nem é uma possibilidade tão remota assim, já que até Mark Zuckerberg teve seu perfil hackeado no concorrente neste ano.

Em todo o caso, teremos de nos contentar com a "explicação oficial" de que tudo não passou de um grande engano.

Via Digital Trends, Jack Dorsey (Twitter)

via Canaltech

WhatsApp começa a testar recurso de streaming de vídeos

Whatsapp

Aos poucos o WhatsApp vai se reinventando na tentativa de manter a liderança entre os mensageiros instantâneos. Tanto é praticamente toda semana o app tem uma novidade. Depois de disponibilizar videochamadas para todos seus usuários, agora o comunicador está testando um recurso que permite fazer streaming de vídeos.

A novidade muda completamente a forma como consumimos esse tipo de mídia no WhatsApp. Antes, ao receber qualquer arquivo de vídeo, o usuário tinha de baixá-lo para o dispositivo e só então poderia assisti-lo. Agora, com o novo recurso, será possível ver o vídeo do mesmo jeito que no YouTube. É só dar o play e começar a assistir, sem ter de esperar o arquivo baixar.

Ao tocar no vídeo, o usuário é levado ao player, que mostrará o quanto do vídeo já foi armazenado no buffer. Quem julgar o conteúdo importante, ainda terá a opção de fazer o download do arquivo para guardá-lo no smartphone, bastando tocar no ícone de seta para baixo na parte inferior esquerda da miniatura na janela da conversa.

Nova funcionalidade do WhatsApp permitirá que os usuários assistam aos vídeos sem ter de baixá-los para o smartphone. Funcionalidade ainda está em testes e restrita à Índia (Reprodução: Android Headlines) 

Aparentemente a funcionalidade ainda está em teste e restrita apenas à Índia. Além disso, só o app do WhatsApp para Android parece ter recebido a novidade.

Oficialmente, ainda não há qualquer previsão de quando o streaming de vídeo será liberado para o público em geral. Mas, dada a agilidade com que o comunicador instantâneo tem implementado suas novidades, é de se esperar que esta daqui chegue já nas próximas semanas. Vamos aguardar.

Via Android Headlines, Mashable

via Canaltech

Xiaomi Mi Mix Nano, versão menor do smartphone que é só tela, aparece em imagens

Xiaomi Mi Mix

A Xiaomi conseguiu dar uma chacoalhada no mercado quando anunciou o Mi Mix há quase um mês. Isso porque o smartphone tem uma tela que ocupa praticamente toda sua parte frontal, algo que nunca ninguém tinha visto antes. Tal característica chamou tanto a atenção do público que todas as unidades do Mi Mix foram vendidas em tempo recorde: apenas 10 segundos.

Agora, parece que a fabricante chinesa quer popularizar ainda mais o conceito e está trabalhando numa versão menor do gadget, batizada, por enquanto, de Mi Mix Nano. O aparelho já vem sendo alvo de rumores há alguns dias na imprensa internacional, só que agora parece que ele deu as caras em imagens vazadas pelo portal The Android Soul.

Mi Mix Nano lado a lado com o Mi Mix, seu irmão mais velho com display de 6,4 polegadas (Reprodução: The Android Soul) 

Se os registros forem verdadeiros, o Mi Mix Nano não terá uma tela de 6,4 polegadas, mas sim de 5,5 polegadas, que ocupará toda a parte frontal de um aparelho cujo corpo normalmente acomoda displays de 5 polegadas. Além disso, especula-se que ele chegará com SoC Qualcomm Snapdragon 821, 4 GB de memória RAM e 64 de armazenamento interno.

Suposto novo smartphone da Xiaomi em detalhe. Mi Mix Nano seria uma versão menor do Mi Mix, aparelho que chamou a atenção por trazer tela que ocupa praticamente toda a parte da frente do aparelho (Reprodução: The Android Soul) 

Em duas das imagens, inclusive, o suposto novo aparelho é colocado lado a lado com o Mi Mix. Nelas, fica mais do que claro que os aparelhos são idênticos, e a única diferença é mesmo o tamanho da tela.

Mi Mix Nano lado a lado com o Mi Mix (Reprodução: The Android Soul) 

Para finalizar, a onda de rumores alega que o Mi Mix Nano será apresentado pela Xiaomi na primeira semana de dezembro, em tempo para as festividades de fim de ano. Quando e aonde o aparelho será lançado, ou quanto custará, ainda é um mistério.

Via The Android Soul, PhoneArena

via Canaltech

iPhone deve render lucros recordes para a Apple no terceiro tri

Apple

As vendas do último modelo do smartphone da Apple podem até estar enfrentando uma onda de declínio há três trimestres consecutivos, mas segundo a analista de mercado Strategy Analytics, a Apple está fazendo um excelente trabalho no mercado mobile. 

A empresa aposta que a Maçã deve bater um recorde de 91% em lucros em todo o mercado mundial de smartphones no terceiro trimestre, o que significa que, dos US$ 9 bilhões de seus lucros no trimestre, US$ 8,5 bilhões virão do iPhone. 

"A habilidade que a Appl etem de aumentar o preço e diminuir os custos de produção é impressionante, e o iPhone continua a gerar lucros monstruosos", revelou Linda Sui, diretora da Strategy Analytics. Ela ainda acredita que chinesas como Huawei, Vivo e Oppo estão no mesmo caminho, mas ainda falta muito chão para chegarem no nível da Maçã. 

As margens de lucro da empresa norte-americana são incríveis, já que nenhuma outra fabricante de smartphones conseguiu gerar mais de US$ 200 milhões em lucros durante o trimestre. Se formos colocar todas as empresas em um ranking mundial de lucros no período, a Apple dispara na frente do segundo colocado (a Huawei), com 40 vezes mais participação nos lucros. 

O que torna a análise ainda mais interessante é o fato de que as vendas dos iPhones vêm caindo a cada ano, com base nos trimestres de 2016. Resta aguardar pelos resultados oficiais da companhia para ver se eles se encaixam ou não com as previsões da Strategy Analytics. 

Via MacRumors

via Canaltech

Conheça o Telegraph, a plataforma de artigos do Telegram

Telegraph

O Telegram, serviço de troca de mensagens instantâneas mundialmente conhecido, resolveu ampliar seus horizontes e sair um pouco do mundinho dos mensageiros: nesta terça-feira (22), a companhia lançou o Telegraph, uma plataforma de publicação de textos bem semelhante ao Medium e com características de blog, que traz um diferencial bacana: não é preciso criar uma conta para publicar lá — basta visitar o site, digitar e postar. 

Descrita como "uma ferramenta de publicação capaz de deixar você criar postagens ricas com marcadores, fotos e qualquer tipo de coisa incorporada", a plataforma do Telegraph chega com uma proposta interessante, principalmente por ser vinculada a um serviço que muita gente conhece. Se você tiver vontade de sair escrevendo qualquer assunto mas nunca funcionou muito bem com esse negócio de blog, é só acessar o site e soltar o verbo. A única restrição, na verdade, é que você até pode escrever um texto sem ter conta, mas depois, terá de vincular ao nome de alguém da plataforma como autor. 

No texto você pode incluir vídeos, fotos, tweets e muitos outros tipos de conteúdo da web. Aliás, fazer upload de fotos para a plataforma também é permitido para enriquecer o post. Só não dá mesmo para catalogar suas postagens, como fazem no Medium, já que existe essa liberdade de escrever sem criar conta. Cada post tem uma URL dedicada e é preciso ter o texto armazenado no cache do navegador se você quiser editá-lo depois. 

O modelo da plataforma é atraente para alguns, mas não para outros. Há certos riscos que, em uma era onde o debate gira em torno da enorme propagação notícias falsas, creditar legitimidade à informação postada no Telegraph não será algo comum. 

Em tempo: além da plataforma de textos, o Telegram lançou também o Instant View, sua nova ferramenta móvel que se assemelha aos Instant Articles, do Facebook. A companhia afirma que "apenas alguns sites são suportados até o momento", mas promete que mais conteúdo será agregado ao feed do View com o passar do tempo. 

Para testar o Instant View, baixe (ou atualize) o Telegram (versão 3.14) e compartilhe um link para o Medium ou para um artigo do TechCrunch. Você vai ver o botão do Instant View aparecer na tela, logo abaixo do artigo.

Fonte: Telegram

via Canaltech

Fender vai lançar amp Bluetooth para você praticar e emular timbres

Fender

A Fender, famosa marca de guitarras, amplificadores e equipamentos musicais está investindo bastante na união entre música e tecnologia. A empresa acaba de revelar seus planos para a novíssima suíte de apps para guitarra, que estreou em agosto. Alguns dos aplicativos vão ser capazes de conversar com a nova linha de amplificadores da marca via Bluetooth. 

Para o ano que vem, a Fender já tem na agulha um novo amp com suporte ao recurso. Segundo a Bloomberg, o equipamento vai funcionar pareado com apps que permitem controlar parâmetros e compartilhar áudio com outros músicos, seja no palco ou no estúdio, a partir do smartphone.

Um app para praticar guitarra também está incluído na novidade: guitarristas poderão estudar e praticar com playback de suas canções favoritas tocando diretamente do smartphone no amplificador. A empresa ainda está desenvolvendo um aplicativo para emular timbres de guitarristas famosos. 

Com essa jogada, a Fender pretende atingir mais público, convidando cada vez mais músicos iniciantes para comprarem seus produtos, que são conhecidos pela alta qualidade e preço lá em cima. 

Via Bloomberg

via Canaltech