PSafe descontinua pacote de proteção para Windows e vai focar em Android

A companhia avisou que o suporte ao PSafe Total Windows só continua até mês que vem

Pegando muita gente de surpresa, a PSafe divulgou que está descontinuando seu suporte ao PSafe Total Windows, seu pacote de proteção para computadores com a plataforma da Microsoft. De acordo com a empresa, a decisão veio por conta de seu sucesso no sistema Android e, por esse motivo, a companhia resolveu “focar seus recursos e esforços em produtos mobile”.

Em um anúncio emitido para seus usuários, a PSafe informou a seus usuários e ressaltou que o suporte ao Total Windows deixará de existir a partir de 18 de fevereiro e não existirão mais atualizações depois dessa data. “Por isso, embora você possa continuar utilizando o PSafe Total Windows, ressaltamos que o seu computador estará desprotegido contra as ameaças mais recentes e o uso contínuo será de seu próprio risco”, pontua o alerta.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Review: smartphone Multilaser MS60

O modelo mais poderoso da fabricante brasileira é uma boa opção para quem deseja economizar dinheiro na hora de realizar tarefas básicas

Conhecida por apostar em áreas que vão de acessórios automotivos até teclados e mouses, a Multilaser também oferece uma série de tablets e smartphones aos consumidores brasileiros. Entre esses dispositivos está o MS60, modelo de entrada mais potente fabricado pela companhia que busca combinar um bom hardware a um preço acessível.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Review: smartphone Multilaser MS60

O modelo mais poderoso da fabricante brasileira é uma boa opção para quem deseja economizar dinheiro na hora de realizar tarefas básicas

Conhecida por apostar em áreas que vão de acessórios automotivos até teclados e mouses, a Multilaser também oferece uma série de tablets e smartphones aos consumidores brasileiros. Entre esses dispositivos está o MS60, modelo de entrada mais potente fabricado pela companhia que busca combinar um bom hardware a um preço acessível.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

ONG de SP oferece cursos gratuitos na área de tecnologia

As inscrições já estão abertas e abrangem cursos como Arte Digital, Game Design e Facebook para Negócios

O CTC Digital — ONG especializada em fornecer cursos de tecnologia — abriu vagas para diversas formações gratuitas na área digital. Jovens de 16 até 25 anos de idade, que estão cursando ou já são formados no ensino médio na rede pública, podem se inscrever para participar do processo seletivo, que inclui uma prova online e entrevista.

Veja os cursos ofertados pela CTC Digital:

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

O jogo está virando: sistema de IA está quase derrotando os ases do poker

Quatro dos maiores jogadores de poker do mundo estão competindo contra o Libratus, uma inteligência artificial que está detonando os humanos

A ideia de colocar sistemas de inteligência artificial para competirem contra humanos não é uma ideia nova, muito pelo contrário. Contudo, nem todas as modalidades foram abordadas até o momento, como é o caso do poker. Em 2015, os melhores jogadores do mundo conseguiram vencer a IA programada para o jogo de cartas, mas a situação está virando agora.

A equipe reformulou o software, que é executado por um supercomputador, e o colocou frente a frente com os quatro ases do poker em uma competição de 20 dias consecutivos na categoria Texas Hold’em. Basicamente, diariamente os competidores apostam dinheiro e tentam levar a melhor, mas somente quem ganhar mais grana no final da competição é que sairá vitorioso.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Confira a lista dos 10 filmes mais pirateados da semana (23/01/2017)

Veja quais foram os líderes da pirataria durante os últimos sete dias

Como acontece todas as semanas, o site norte-americano TorrentFreak divulgou a lista com os 10 filmes que mais foram pirateados durante os últimos sete dias. Para a criação desses rankings, um rastreamento é feito com base nos arquivos mais baixados pela rede BitTorrent — uma das mais populares da atualidade.

Confira abaixo o ranking completo dos filmes, junto com um trailer oficial de cada um deles. Vale a pena ressaltar que a lista é elaborada e divulgada apenas para fins de informação – o TecMundo não endossa nem compactua com a prática de pirataria. Recomendamos aos nossos leitores que assistam aos longas-metragens por meios legalizados.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Como apagar seus rastros na internet

Apagar rastros

Se você está vendo esse vídeo, é porque muito provavelmente você está preocupado com os seus dados pessoais expostos para o mundo. E quando falamos mundo, realmente queremos dizer o planeta inteiro. Sinto dizer, é praticamente impossível te remover por completo da Internet, mas tem, sim, algumas maneiras de diminuir essa exposição. Vamos a cinco delas.

1) Delete ou desative suas contas em lojas, redes sociais e serviços online

Lembre-se de todas as redes sociais que você tem perfil. Além das principais, como Facebook, Twitter, LinkedIn, Instagram, você também deve ter acesso a sites como Tumblr, Google+ ou até mesmo MySpace. E o Reddit? Que lojas você está registrado? Submarino, Americanas, Amazon? Vai dando uma geral aí na memória e tente lembrar de todas. Para apagá-las, vá até sua conta e procure uma opção para desativar, remover ou fechar sua conta. É provável que essa opção esteja dentro do menu Segurança ou Privacidade. Se por algum motivo você não conseguir apagar a sua conta, então troque as informações para qualquer coisa que não os seus dados oficiais. Algo completamente falso mesmo.

2) Remova sua informação diretamente dos websites

Primeiro, cheque com sua empresa de telefonia se você não está listado online. Se estiver, faça a empresa retirar seu nome da lista.Se você quiser retirar algum comentário em fórum ou apagar algum blog antigo, vai ter que entrar em contato com o desenvolvedor desses sites individualmente. Você pode entrar na aba Contatos do site pra encontrar a pessoa certa, ou então acessar www.whois.com e buscar pelo nome do domínio em questão. Lá, você deve encontrar um nome e um contato do responsável. Mas, infelizmente, sites particulares não têm obrigação de remover o que você pedir. Então, ao contatar essas pessoas, seja educado e explique claramente por que gostaria de ter aquele conteúdo removido. 

3) Remover informações pessoais de websites

Se alguém postou algo sobre você, ou mesmo um documento como o CPF, ou a sua conta bancária, e o dono do site não quiser remover a informação, você pode mandar um pedido legal para o Google por meio da página de suporte da gigante da internet. O processo pode demorar um pouquinho e não há garantias de que isso vai acontecer, mas é o último recurso caso você se veja em uma situação vulnerável.

4) Apague suas contas de email

Dependendo do tipo de conta de email que você tem, a quantidade de passos pode variar. Você vai precisar fazer login na sua conta e, depois, encontrar a opção para deletar o fechar a conta. Algumas permitem a reativação depois de um tempo, caso você se arrependa. Agora, fique esperto. Uma conta de email vai ser necessária para realizar os passos de 1 a 3, então, tenha certeza de que você deixe para apagar o seu e-mail por último!

5) Não ache que você conseguirá fazer tudo isso em um dia

É trabalho pesado! E também, não caia na ilusão de que você conseguirá fazer um trabalho 100% perfeito. Uma coisa ou outra sempre ficará. Uma vez na internet, é impossível sair por completo dela. E é isso! Tem alguma outra dica para apagar seus rastros online? Compartilhe conosco nos comentários. 

via Canaltech

Apple desenvolve novo sensor biométrico para o iPhone e pode aposentar Touch ID

Touch ID

Parece que a Apple está preparando algumas novidades para incrementar a próxima geração de iPhones. De acordo com Ming-Chi Kuo, analista da KGI Securities, a empresa está projetando um leitor de impressões digitais completamente novo para os seus dispositivos móveis.

O atual Touch ID é um sensor capacitivo, mas o analista acredita que a fabricante deve substituí-lo por um novo sensor óptico de impressão digital, tornado-o mais sensível, bem como acrescentar sensores de reconhecimento facial para aumentar a segurança dos iGadgets.

Embora o uso da tecnologia de reconhecimento facial para liberar o acesso a smartphones não seja novidade desde o Android 4.0, a Apple também planeja inserir tecnologias suficientes para o sensor não seja enganado por uma foto, funcione bem em ambientes pouco iluminados, e assim por diante.

Kuo alega que o desenvolvimento do sucessor do Touch ID já está em andamento, mas ainda é cedo para afirmar que a tecnologia esteja pronta para o iPhone que será lançado ainda neste ano. Também é possível que sensores ópticos não sejam compatíveis com os displays OLED flexíveis esperados para o iPhone 8, o que tornaria a produção para 2017 ainda mai difícil.

Essa não é a primeira vez que ouvimos rumores acerca da adição de reconhecimento facial ao iPhone. Há alguns dias, o analista Timothy Arcuri, da Cowen & Company, disse que o próximo smartphone da Apple traria uma combinação de lasers e infravermelho para reconhecimento facial e/ou de gestos. Arcuri revelou ainda que a tela deve sim ocupar toda a parte frontal do aparelho e se curvar nas bordas, mas nem toda a sua superfície seria utilizável.

Em meio a tantas especulações, agora o que nos resta é esperar pelos anúncios oficiais da fabricante sobre as especificações do seu próximo carro-chefe. 

Via 9to5 Mac

via Canaltech

Especificações de suposto novo Moto Z vazam na internet

Moto Z

Não faz tanto tempo assim que a Lenovo soltou no mercado o seu novo top de linha, o Moto Z, mas informações vazadas na web mostram que a edição 2017 do aparelho já está próxima de sair. Pelo menos isso é o que indica o site Geekbench, database que guarda especificações de diversos aparelhos.

As informações registradas do Moto Z 2017 no Geekbench já dão uma ideia das possíveis configurações do aparelho, que está registrado sob o número de série "Motorola XT1650".

O suposto próximo Moto Z conta com o melhor processador da Qualcomm ate o momento, o recentemente anunciado Snapdragon 835, com oito núcleos e clock de 1.9 GHz. Apesar deste poder de fogo, o modelo lista tem 4GB de RAM, metade da capacidade máxima possibilitada pelo Snapdragon 835. Quanto ao sistema operacional, ele conta com o Android 7.1.1 Nougat.

Nos testes, o modelo XT1650 registrou uma pontuação de 1930 no single core, e 6207 no multicore. Na listagem não foram dados sobre tela e câmera do aparelho, no entanto, é esperado que ele apresente aperfeiçoamentos sobre as suas câmeras traseira de 13 megapixels e dianteira de 5 megapixels e sua tela quad HD de 5,5".

Segundo analistas, as chances de uma possível revelação do novo Moto Z durante o Mobile World Congress, que ocorre no final de fevereiro em Barcelona, são improváveis. Faz pouco mais de seis meses que a fabricante colocou o primeiro Moto Z no mercado, então é mais provável que a Lenovo espere até o meio do ano para mostrar sua nova versão do smartphone.

De qualquer forma, os dados vistos no Geekbench já servem para ter uma ideia de como a Lenovo está se preparando. Além disso, a companhia garantiu que continuará investindo na linha de Moto Snaps, os periféricos modulares que podem ser acoplados ao smartphone. Para 2017, a companhia afirmou que pretende lançar pelo menos 12 novos mods.

Fonte: Geekbench

via Canaltech

Asus Tinker Board é o mais novo rival do Raspberry Pi

Tinker Board

O Raspberry Pi é usado no aprendizado de programação, em projetos do tipo “faça você mesmo”, na criação de sistemas simples de automação e por aí vai. Não é por acaso que esse tipo de computador continua ganhando adeptos e atraindo o interesse de cada vez mais empresas. A mais recente é a Asus: a companhia anunciou o Tinker Board para concorrer com o Raspberry Pi. Ou quase isso.

A novidade vem com processador quad-core Rockchip RK3288 de 1,8 GHz (núcleos Cortex-A17, 32 bits), GPU Mali-T764, 2 GB de RAM DDR3L, quatro portas USB 2.0, micro-USB para alimentação elétrica, HDMI, suporte a microSD, Ethernet Gigabit, Wi-Fi 802.11n (com antena acoplável), Bluetooth 4.0, conexão de áudio de 3,5 mm e interface GPIO 3.0 de 40 pinos.

No que diz respeito ao sistema operacional, o Tinker Board é compatível com o Debian Linux, mas a versão que foi preparada para o Kodi, uma plataforma de código aberto própria para aplicações multimídia. A Asus já trabalha para deixar o dispositivo compatível com distribuições como Ubuntu.

Tinker Board

Pela configuração, a gente percebe que o Tinker Board tem um apelo menos educacional e mais maker, sendo uma opção interessante para quem pretende montar um media center, por exemplo. O suporte à resolução 4K e o bom desempenho da GPU em testes de benchmark (3.925 pontos no Geekbench) reforçam esse aspecto.

Fazendo uma comparação, o Raspberry Pi 3 Model B — a versão mais recente — tem quatro núcleos Cortex-A53 de 1,2 GHz (64 bits), GPU VideoCore IV com suporte à resolução 1080p, 1 GB de RAM LPDDR2 e interface GPIO 2.0.

Como dá para perceber, o Tinker Board leva vantagem em alguns aspectos. Mas não há milagres aqui. O reflexo das especificações um pouco mais generosas é sentido no bolso: a Asus ainda não tem informações oficiais sobre preços, mas o dispositivo já pode ser encontrado em pré-venda por um valor equivalente a US$ 60 mais despesas de envio.

Vale relembrar, o Raspberry Pi 3 tem preço sugerido de US$ 35.

Asus Tinker Board é o mais novo rival do Raspberry Pi

via Tecnoblog