Mercado brasileiro de celulares tem queda de 3,7% no 1º semestre

O Brasil registrou uma leve baixa nas vendas de celulares no primeiro semestre, incluindo os smartphones e os feature phones. De acordo com os dados da IDC Brasil, o país fechou a primeira parte deste ano com a comercialização de 24,122 milhões de aparelhos, uma queda de 3,7% em relação aos 25,048 milhões do mesmo período em 2017.

A maior retração foi entre abril e junho, com venda de 12,050 milhões de dispositivos, uma baixa de 5,5% na comparação com o ano anterior. Os smartphones intermediários foram os mais comprados nos seis primeiros meses, com média de preços entre R$ 700 e R$ 1 mil e 6,1 milhões de unidades vendidas no segundo trimestre.

Entre os fatores para a queda nas vendas estão fatores pontuais, a exemplo da greve dos caminhoneiros e a consequente falta de abastecimento de produtos; e a Copa do Mundo, que afastou os clientes das lojas em dias de jogos. A crise econômica que assola os brasileiros nos últimos anos também foi citada pela consultoria.

Ainda assim, a receita subiu 5% entre abril e junho, com total de R$ 13,950 milhões, o tíq uete médio também apresentou alta, de 11%, passando de R$ 1.099 para R$ 1.222 em relação ao segundo trimestre de 2017. A projeção é de que o ano feche com 46 milhões de aparelhos comercializados, uma queda de 2,9% na comparação com o ano passado, que fechou a temporada com vendas de 47,7 milhões de dispositivo.

via Novidades do TecMundo

Samsung Galaxy S10 pode ter quatro variantes, sendo uma delas com 5G

Samsung pode lançar quatro modelos diferentes do seu próximo topo de linha, o Galaxy S10, sendo que um deles seria compatível com a tecnologia 5G. Quem descobriu essa informação foi a equipe do XDA Developers ao analisar os arquivos que foram baixados com a atualização do Galaxy S9+ para o Android Pie.

Três das variantes eram conhecidas, mas a quarta é uma novidade. Elas estão identificadas no sistema da Samsung como “Beyond 0”, “Beyond 1”, “Beyond 2”, e “Beyond 2 5G”. A expectativa, portanto, é que a versão mais cara do Galaxy S10 possa ser comprada com suporte ao 5G. Você pode ver os detalhes na imagem abaixo.

Um print.

Dessa forma, a linha S da Samsung para o próximo ano pode ficar organizada da seguinte maneira: um modelo mais barato, com 5,8 polegadas e câmera única na traseira; uma edição com câmera dupla na traseira, semelhante ao atual; um Galaxy S10+, com câmera tripla traseira, dupla frontal e tela de 6,4 polegadas; uma edição igual a esta última, mas compatível com 5G.

Essa versão do Android Pie que foi utilizada em um Galaxy S9+ ainda está em testes e indica apenas que a Samsung começou a trabalhar no desenvolvimento do software para uma quarta variante do aparelho. Isso não significa que ele será necessariamente lançado, mas é um indício de que a fabricante pelo menos cogita a possibilidade de fazer isso.

via Novidades do TecMundo

Hackers por trás da botnet Mirai escapam da prisão por ajudarem o FBI

Os três hackers responsáveis pela criação da botnet Mirai, uma das redes de ataque online mais perigosas dos últimos anos, receberam uma pena muito mais leve do que a esperada. O motivo? Eles colaboraram com o FBI e ajudaram até a acabar com golpes parecidos.

De acordo com o site Arstechnica, os jovens Paras Jha e Dalton Norman, de 22 anos, e Josiah White, de 21 anos, foram condenados a cinco anos de liberdade condicional — sem precisar de qualquer tempo de prisão, mesmo depois de se declararem culpados perante o tribunal.

O trio comandou as botnets Mirai e Clickfraud, que deixaram milhares de pessoas sem internet na Alemanha e, por meio da Internet das Coisas, permitiram o maior ataque DDoS da história, em 2016.

Nova vida

Porém, depois de presos, eles colaboraram com as autoridades e ajudaram a desmantelar a botnet Kelihos e impedir o uso do ataque Memcache. Não ficou claro que tipo de ajuda os hackers forneceram, com a agência se referindo a ela apenas como “assistência especializada”. Parte do cumprimento da pena deve envolver novas cooperações com o FBI no futuro.

“Todos os três têm potencial educacional e profissional significante e devem escolher levar vantagem nisso, em vez de continuarem engajados em atividades criminais”, disse o promotor Adam Alexander, que elogiou a capacidade do trio, mas também concluiu que eles são “jovens homens socialmente imaturos que viviam com os pais em uma obscuridade relativa”.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Irlanda recebe US$ 14,5 bi em taxas da Apple e pode resolver disputa com UE

A Irlanda, a União Europeia e a Apple seguem em um imbróglio judicial desde 2016 e agora o país começa a receber os US$ 14,5 bilhões que deixariam de ter sido cobrados por conta de supostos incentivos fiscais para que a Maçã se instalasse por lá — uma região que tenta superar o déficit de profissionais do ramo de tecnologia. Isso pode finalmente resolver o caso, ainda que hajam recursos para questionar essa devolução.

Para lembrar o que ocorre, é preciso destacar que a União Europeia condena a criação de facilidades econômicas para empresas. Em 2014, a Apple teria conseguido junto à Dublin uma considerável redução de taxas. A empresa pagava algo correspondente a 1% de seus lucros e em alguns anos o valor teria sido reduzido para 0,005%, pois o dinheiro era creditado a uma sede da Holanda, uma manobra que teria sido utilizada para reduzir encargos.

apple

Em 2016, a Comissão Europeia determinou então que a Irlanda recebesse da Apple esses US$ 14,5 bilhões, que foram contestados pelo governo irlandês — pois assim ele estaria assumindo que realmente criou benefícios para a companhia. Contudo, enquanto a apelação segue em apreciação, o país é obrigado a receber a quantia, que no final das contas é bem-vindo, já que é o suficiente para bancar os serviços de saúde públicos por um ano.

UE pode arquivar a ação

“O Governo discorda da análise da Comissão e está a tentar anular esta decisão, mas como membro da União Europeia, sempre dissemos que cobraríamos a alegada ajuda de Estado”, afirmou esta terça-feira, 18 de Setembro, o ministro das Finanças, Paschal Donohoe, através de um comunicado. O recolhimento dos impostos atrasados começou em maio deste ano e o montante total pode ter atingido 15 bilhões de euros — que inclui outros pagamentos. Foram nomeados gestores de investimento para supervisionar esse caixa, que deve ser destinado a investimentos de baixo risco.

A própria Comissão Europeia quer finalmente colocar um ponto final na questão muito em breve. “Tendo em vista o pagamento integral pela Apple do auxílio estatal ilegal que recebeu da Irlanda, a Comissária Margrethe Vestager vai propor ao Colégio de Comissários a retirada desta ação judicial”, disse o porta-voz da Comissão, Ricardo Cardoso, em e-mail enviado à Reuters.

Mas a Irlanda e a Apple continuam apelando junto ao Tribunal Geral da União Europeia (GCEU), o segundo maior tribunal da Europa. A projeção é de que o assunto pode levar vários anos para ser resolvido pelas cortes europeias.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Xiaomi exagera nos anúncios em nova MIUI e revolta usuários

Uma nova estratégia da fabricante chinesa Xiaomi não conquistou o coração do público — pelo contrário, gerou muitos comentários descontentes nas redes. A empresa ampliou a inserção de anúncios na skin MIUI do Android aplicada nos smartphones da marca e, quando confrontada, confirmou que é assim mesmo.

Tudo começou com uma série de postagens no Reddit, começando com o usuário chootingfeng relatando que a MIUI versão 8.9.13 apresenta banners de propaganda de jogos ou sugerindo a instalação de aplicativos em excesso, ocupando absolutamente todos os cantos.

Em seguida, mais pessoas confirmaram que você vê publicidade no menu Configurações, no aplicativo Música, no Gerenciador de Arquivos, na Tela Inicial e até mesmo durante a instalação de outros apps. Confira as capturas de tela abaixo:

O posicionamento da Xiaomi

O site The Verge recebeu um comunicado da empresa a respeito do assunto. Em resumo, ela confirma a estratégia, mas indica que os aparelhos com Android One não serão afetados e que será possível desabilitar os ads ou ajustar onde eles podem aparecer.

“Publicidade sempre foi e continuará sendo uma parte integral dos serviços de internet da Xiaomi, um componente-chave do modelo de negócios da nossa companhia. Ao mesmo tempo, vamos melhorar a experiência de usuário oferecendo opções para desligar os ads e constantemente melhorar nossa pegada em relação aos anúncios, incluindo ajustar onde e quando eles aparecem. Nossa filosofia é que ads devem ser discretos e pessoas sempre terão a opção de receber menos recomendações”.

Muita gente não curtiu a ideia, e várias pessoas alertam que as configurações ainda não estão funcionando direito.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

PlayStation Classic traz formato compacto e 20 games clássicos na memória

A Sony anunciou nesta terça-feira (18) o lançamento do PlayStation Classic, versão comemorativa do console lançado há quase 25 anos. Com um formato compacto que imita o visual original do aparelho, o novo produto traz 20 games clássicos na memória e dois controles que antecedem o formato Dual Shock — a oferta é bastante semelhante a algo que já conhecemos.

VIDEO

Segundo a fabricante, o PlayStation Classic é 45% menor do que o console original e traz uma embalagem semelhante. Dentro dela os jogadores vão encontrar o hardware, o par de controles, um cabo de energia (o carregador será vendido à parte), um cabo HDMI para ligar o produto em televisores atuais — todos os games disponíveis vão chegar em seus formatos originais.

Clássicos em formato compacto

Entre os games anunciados até o momento estão Wild Arms, Tekken 3, Final Fantasy VII, Jumping Flash e Ridge Racer Type 4, sendo que a lista completa ainda não foi divulgada. Conforme o esperado, o console não possui nenhuma espécie de capacidade online ou leitor de discos, o que limita a seleção de jogos àquela definida pela Sony.

PlayStation Classic

PlayStation Classic

Vale notar que, com exceção de Tekken 3, todos os jogos divulgados até o momento podem ser adquiridos através da linha PlayStation Classics na PSN. O PlayStation Classic chega às lojas no dia 3 de dezembro deste ano, com preço sugerido de US$ 99,99 nos Estados Unidos, e a Sony pretende divulgar em breve mais detalhes sobre o aparelho.

PlayStation Classic traz formato compacto e 20 games clássicos na memória via Voxel

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Review: Teclado GALAX Xanova Magnetar XK700 – The Hardware Show

E aí, galera. Só nos computer? Hoje, eu estou aqui para trazer um review diferenciado e um tanto inusitado. Você que acompanha o segmento de hardware certamente já conhece a fabricante GALAX, famosa por suas placas de vídeo de alto desempenho.

No entanto, assim como outras tantas marcas, a GALAX desenvolveu algumas propostas recentemente para inovar no segmento de games e levar novos produtos aos seus consumidores. Conforme comentamos em vídeo especial gravado em Taiwan, a marca agora aposta em periféricos gamers!

A nova linha de dispositivos da fabricante, no entanto, chega ao mercado com uma nova etiqueta: XANOVA. Aparentemente, a ideia é conquistar o público através de uma nova marca, que seja focada especificamente neste tipo de produto e evitar a mistura com a linha GALAX.

VIDEO

Nós tivemos o privilégio de receber o primeiro teclado top de linha da empresa: o XANOVA Magnetar XK700 RGB. Este é um produto que vem com sistema de marcos, design arrojado, teclas de boa durabilidade, switches Cherry MX e iluminação RGB. Será que este é o primeiro passo para a GALAX conquistar mais espaço no mercado brasileiro?

Especificações

  • Material: alumínio
  • Switches:  Cherry MX Brown
  • Layout: ABNT2
  • Altura do switch: 4 mm
  • Ponto de atuação: 2 mm
  • Força: 45 cN
  •  Anti-ghosting: sim, 100%
  •  N-Key Roll Over: sim
  •  Iluminação: RGB individual por tecla, com diversos padrões
  • Peso: 938 g
  • Dimensões (C x L x E): 12,77 x 46,58 x 4,45 cm

Design caprichado

Antes de saber sobre a chegada da GALAX em um novo segmento, eu não tinha absolutamente nenhuma noção de como seriam os supostos periféricos da marca — mas seguindo a linha HOF, poderíamos esperar modelos com design incrivelmente diferenciados.

Como a fabricante optou por criar uma nova marca e identidade, temos a grata surpresa de ter novos conceitos de design, que nem de longe lembram os traços e ideias que vemos em placas da GALAX. O XANOVA Magnetar XK 700 é um teclado que tem algumas similaridades com outros produtos que já vimos de concorrentes, mas que se diferencia de forma única e estratégica.

Design XANOVA Magnetar XK700

Com um visual bastante enxuto, o Magnetar XK700 lembra muito modelos como SteelSeries Apex M750 e alguns modelos Ducky — os quais têm espaçamento apertado e buscam ser mais compactos. Todavia, essa proposta não significa que o produto da XANOVA tenta imitar ou se apropriar de seus semelhantes.

Muito pelo contrário, o visual deste teclado é bastante único. Ele tem curvas mínimas e um declive bem pouco acentuado, o que garante uma composição discreta, mas ainda charmosa. O acabamento é de primeira e a pintura quase brilhosa — ainda que longe de um black piano — dá o tom de luxo que os gamers mais exigentes buscam num produto top de linha.

Olhando o produto de cima, podemos ver os truques da fabricante para conseguir acomodar o logotipo e os ícones luminosos (Num Lock, Caps Lock e Scroll Lock) entre as setas e teclas auxiliares (Delete, End e Page Down). Com esta disposição, a XANOVA conseguiu liberar o espaço no canto superior direito para a rodinha e teclas que alternam entre volume e iluminação.

Lateral Xanova XK700

Outra característica interessante é a lateral do produto, que traz o logotipo da marca e garante uma altura elevada para a parte traseira do teclado. No todo, somente pela parte visual, já dá para dizer que a XANOVA tem um projeto que promete conforto para jogatina e uso intenso no dia a dia.

A base bastante fina do Magnetar XK700 dá destaque para as teclas, que ficam um tanto elevadas — mas já vale adiantar que isso não interfere no conforto na hora da usabilidade. Graças a este tipo de instalação, as luzes ficam muito mais perceptíveis, já que há mais espaço para a iluminação vazar por baixo das teclas.

Aliás, além da intensidade reforçada na iluminação, é importante comentar sobre o espectro do RGB bastante aguçado. Enquanto alguns teclados trazem cores mais apagadas e que até fogem da gama que os jogadores esperam num teclado gamer desse tipo, o Magnetar XK700 consegue surpreender pela saturação e o contraste elevado.

RGB no Xanova Magnetar XK700

Ainda falando em aspectos gerais, vale notar que a XANOVA fez a lição de casa e prestou atenção aos detalhes. O Magnetar XK700 conta com layout ABNT2, o que é ideal para o jogador que ainda quer usar seu teclado para fazer trabalhos acadêmicos e utiliza com frequência os caracteres do nosso idioma. Outro adendo interessante é do apoio para pulsos, que é bem confortável e não fica preso ao teclado.

Pensado para os jogadores

A parte de design é sempre importante a ser considerada num teclado gamer, afinal, além de deixar o visual mais bonito (e garantir uma combinação melhor com seu setup), ela também tende a apresentar característica que vão melhorar o conforto e a usabilidade do produto.

De qualquer forma, um aspecto talvez até mais importante em teclados mecânicos é a qualidade das teclas, associada, obviamente, ao tipo de switch utilizado internamente. Equipado com componentes já aprovados pelos gamers, o Magnetar XK700 deve agradar facilmente os jogadores que já tiveram teclados de outras marcas.

Xanova XK700 com Cherry Brown

Este periférico da XANOVA apresentar switches Cherry MX Brown, o que deve garantir retorno preciso dos comandos, respostas rápidas, ativação de múltiplas teclas simultaneamente e precisão na digitação. Estamos falando aqui de componentes com 4 milímetros de altura e apenas 2 milímetros de ponto de ativação, ou seja, é preciso um mínimo de esforço durante a jogatina.

Uma coisa que eu gosto muito do Cherry Brown é que ele não emite qualquer som, mas ainda dá um retorno tátil para o jogador. Isto pode parecer uma “frescura” para alguns gamers, porém é uma característica que diferencia este tipo de peça das demais (Cherry Red, Cherry Blue e outros modelos proprietários) usadas em modelos de outras marcas.

Software XANOVA

Como a XANOVA está chegando agora ao mercado, tudo que estamos usando da marca é bastante novo, incluindo o software — que não tem absolutamente nada de semelhante com o aplicativo da GALAX. Bom, em primeiro lugar, é válido comentar que, neste primeiro momento, o aplicativo não é tão simples de achar, mas basta acessar o site oficial em chinês para conseguir realizar o download.

Após instalar o XANOVA Control Panel, você poderá facilmente realizar todos os ajustes de função do Magnetar XK700 RGB. Através de uma interface muito intuitiva, é bastate simples configurar os aspectos “gamers” do produto, incluindo a taxa de atualização (polling rate) e alguns truques para evitar comandos acidentais durante o jogo.

Software Xanova Control Panel

Com a presença de perfis, você pode criar configurações especiais para seus principais jogos. O programa que pode ser iniciado junto com o sistema para carregar todos os seus ajustes ainda traz opções para regulagem da iluminação RGB. Há muitos efeitos disponíveis, tanto para a retroiluminação quanto para a cor de ativação da tecla.

Na segunda aba do programa, o jogador pode realizar a configuração de macros. É possível criar várias macros e usar algumas facilidades do XANOVA Control Panel para garantir maior precisão na hora de usar comandos repetitivos nos jogos.

Vale a pena?

Não há dúvidas de que a GALAX acertou em cheio neste primeiro periférico gamer que recebemos para testes. A criação de uma nova marca para teclados, mouses e headsets faz bastante sentido, ainda mais num momento em que tantas empresas tentam conquistar o jogador com suas ideias ousadas.

A XANOVA chega com um teclado que atende aos principais desejos dos gamers. O Magnetar XK700 é um teclado excelente para quem joga muito, mas não quer perder as praticidades que são mais do que bem-vindas em teclados de jogos.

Trata-se de um teclado com qualidade de primeira, visual chamativo e uma performance que atende bem nos principais títulos. É claro que características adicionais como a rodinha (que permite ajustar volume e iluminação) e o layout ABNT2 são diferenciais que ainda colocam a marca à frente de muitas concorrentes.

Iluminação Xanova Magnetar

Além disso, aspectos como as luzes RGB reforçadas, o anti-ghosting e a possibilidade de configuração completa no software da XANOVA também merecem destaque. Enfim, por estes e outros tantos quesitos, podemos dizer que o Magnetar XK700 é um teclado que vale a pena para o jogador que busca um modelo compacto, bonito e de qualidade.

Vale mencionar, no entanto, que, por ora, não temos informação de preço ou disponibilidade deste produto. Assim, não podemos dar um veredito final sobre a relação custo-benefício. De qualquer forma, já é possível adiantar que ele deve chegar fazendo barulho (e não por conta dos switches, que são silenciosos) ao mercado brasileiro. Parabéns à GALAX pela iniciativa!

Gostou desta matéria? Quer saber mais de hardware? Então, você pode acompanhar outros conteúdos de hardware no canal The Hardware Show no YouTube.

Pintou dúvidas? Quer trocar ideias de hardware e jogos? Então entre no The Hardware Group: https://goo.gl/wJwjCQ (no Facebook)

Buscando amigos para jogar e fazer piadas? Faça parte do grupo do The Hardware Show no Discord: https://discord.gg/6Z7bwuc

Quer ver fotos e dicas dos próximos THS? Então, siga o Fábio Jordan no Instagram no @fabiojordan: https://goo.gl/PBvQw8

Este teclado foi cedido pela GALAX para a realização desta análise.

via Novidades do TecMundo

Final Stop: um curta-metragem gravado com “áudio binaural”; assista

Áudio gravado de forma “binaural” não é exatamente uma novidade, mas há poucos vídeos ou mesmo músicas gravadas com esse tipo de som disponíveis para você consumir. Por conta disso, a SennHeiser resolveu fazer um curta-metragem no qual o áudio foi todo capturado com microfones binaurais.

Simula com exatidão a forma com os ouvidos humanos, em conjunto com o nosso cérebro, captam e interpretam o som

Com isso, você consegue ouvir um efeito de som 3D muito melhor do que proporcionado por qualquer sistema home theater ou mesmo conjunto de alto-falantes com vários canais. Isso acontece porque o áudio binaural simula com exatidão a forma com os ouvidos humanos, em conjunto com o nosso cérebro, captam e interpretam o som.

Microfones são posicionados nas duras horas de uma pessoa de verdade ou mesmo de um boneco qualquer. Assim, o áudio que chega a esses microfones conta com as mesas distorções que nosso ouvido captaria. E como nosso cérebro é naturalmente programado para interpretar essas distorções a fim de identificar com precisão de onde vem o som, a experiência com áudio binaural acaba sendo excelente.

Para aproveitar o filme a seguir da melhor forma possível, entretanto, você precisa usar fones de ouvido. O efeito binaural simplesmente não funciona em alto-falantes, mesmo que sejam estéreo. Não há necessidade, contudo, de que você tenha um fone avançado ou supercaro. Ele só precisa ter separação de áudio entre direita e esquerda e pronto.

VIDEO

O vídeo que você assistiu foi todo gravado com os microfones binaurais Ambeo Smart Headset da SennHeiser, os quais também funcionam como fones de ouvido com cancelamento ativo de ruído. No exterior, eles custam cerca de US$ 300 (R$ 1,2 mil desconsiderando impostos), mas, no momento, só há uma versão com cabo Lightning, para smartphones da Apple. Uma versão com USB-C para Android deve ser lançada em 2019.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

O que a imprensa internacional está achando dos novos iPhones Xs e Xs Max

Os novos iPhones XsXs Max apresentados pela Apple na semana passada ainda não estão nas prateleiras, mas a imprensa especializada nos EUA já recebeu esses produtos para análise. E os principais comentários do pessoal que já testou os produtos é que eles não são muito diferentes do que vimos no iPhone X do ano passado.

Esse tipo de conclusão é natural em uma “geração S”, como são chamados os aparelhos com terminação “s” da Apple. Eles simplesmente trazem algumas melhorias no hardware, raramente com inovações consistentes. Contudo, os novos iPhones Xs e Xs Max são sim, no geral, melhores que o iPhone X, especialmente para tirar fotos.

Câmera

De acordo com o pessoal do TechCrunch, o “modo retrato do iPhone Xs melhorou imensamente”, mas o veículo admite que ainda há alguns problemas nesse recurso que deixam a qualidade final das fotos a desejar. A publicação ainda celebra o fato de os novos aparelhos trazerem o Smart HDR, uma ferramenta muito similar ao que a Google embarcou nos Pixel 22 XL lançados no ano passado.

Falando em Google, o pessoal do The Verge diz com convicção que as câmeras dos novos aparelhos da Apple ainda não são melhores do que aquelas encontradas nos Pixel 2 de 2017. Eles ainda destacam o fato de a Google estar prestes a lançar uma nova geração de seus celulares, o que deve deixar a Apple ainda mais para trás no que diz respeito a fotografia mobile. O The Verge deixa bem claro que as novas câmeras são melhores do que a do ano passado, mas não são magníficas, tampouco se comparam com câmeras profissionais, como a Apple disse no palco, durante sua conferência de lançamento.

iphone xs

Bateria

No que tange à bateria, o pessoal do Mashable disse que não percebeu nenhuma melhoria na autonomia de bateria dos novos iPhones na comparação com o iPhone X de 2017. “Eu consegui meu tradicional um dia e meio de bateria tanto no iPhone Xs quanto no iPhone Xs Max”.

O pessoal da CNBC, por outro lado, elogia a autonomia de bateria dos aparelhos, mas destaca que o tempo de teste não foi o suficiente para dizer como o dispositivo vai se comportar ao longo do tempo.

Design

O pessoal do The Verge gosta do design do iPhone Xs e praticamente não tocou no assunto “notch”. Para eles o aparelho é bonito, mas é absolutamente idêntico ao iPhone X do ano passado, exceto pela terceira opção de cor, a dourada. Dessa maneira, não há nenhuma novidade aqui.

No Mashable, o destaque foi para o fato de o modelo Xs Max ser surpreendentemente portátil. A tela é bem grande e espaçosa, mas o corpo dos aparelhos é menor que o dos antigos iPhones Plus do passado.

iphone xs

Desempenho

Nesse ponto, o The Verge alerta que, do ano passado para agora, houve apenas 15% de melhoria no desempenho geral dos novos iPhones. Isso porque o novo chip A12 Bionic foca mais em outros recursos como IA e autonomia de bateria do que em desempenho. No fim das contas, não dá para notar melhoria alguma, segundo o Verge.

Apesar disso, o Mashable destaca que os chips da Apple ainda são consideravelmente superiores aos da Qualcomm, por exemplo, que equipam aparelhos da Samsung e de praticamente todas as outras grandes concorrentes. Na comparação com eles, os “iPhones Xs e Xs são verdadeiras feras”.

iphone xs

Tela

Nesse aspecto, a CNBC diz que as telas dos novos aparelhos da Apple são excelentes, comparáveis ao que vimos no Galaxy Note 9, por exemplo. Contudo, a grande melhoria anunciada pela Apple, o HDR, aparentemente não se faz presente em qualquer situação além da visualização de fotos.

O The Verge, admite essa qualidade, mas critica o fato de a tela do iPhone Xs Max simplesmente aumentar o tamanho das coisas. Ou seja, tudo fica enorme na tela, sem necessariamente mostrar mais informação. O Mashable, por sua vez, afirma que “tudo fica mais bonito na grande tela do iPhone Xs Max”.

Face ID

A biometria dos novos iPhones é a mesma do ano passado, mas a empresa melhorou um pouco o seu desempenho. The Verge, TechCrunch e Mashable notaram a melhoria, mas dizem que ela não deve fazer tanta diferença no dia a dia.

iphone xs

Preço

Esse é ponto mais crítico dos novos smartphones da Apple. Eles custam muito caro, mesmo para os padrões norte-americanos. Por isso, o The Verge afirma que não vale a pena gastar mais US$ 999 no iPhone Xs se você já tem o iPhone X, considerando a pouca diferença entre os dispositivos. A CNBC afirma que “os smartphones podem ser terrivelmente caros caso você queria comprar mais armazenamento interno”.

No fim das contas, o recado inicial desses primeiros reviews é de que, apesar de esses serem os melhores iPhones que a Apple já fez, não há muitas razões para quem já tem o iPhone X trocar de aparelho.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo