Prefeitura de Sorocaba usa WhatsApp para entregar multas de trânsito

Tudo sobre

WhatsApp


No interior de São Paulo, mais exatamente no município de Sorocaba, o WhatsApp vem sendo usado pela empresa de gestão e administração do trânsito local para receber denúncias e entregar multas referentes a violações do viário municipal.

Em parceria com as Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, MP, Judiciário e a Urbes, empresa que administra o trânsito na cidade, Sorocaba já recebeu cerca de 145 denúncias pelo WhatsApp, em um perfil virtual mantido pelas autoridades e divulgado aos cidadãos. Todas elas resultaram em ações e autuações em questão de minutos.

Veículos parados em fila dupla: práticas como esta podem ser denunciadas e autuadas via WhatsApp em Sorocaba, interior de São Paulo (Imagem: Reprodução/O Globo)

Falando ao Estadão, o massagista Miguel Santos foi um dos que já usaram o aplicativo, após encontrar a garagem de sua casa fechada por um carro estacionado em frente: “Fiz a foto e mandei para o WhatsApp da Urbes. Dez minutos depois, a dona do carro apareceu e tirou o veículo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A ideia, segundo o jornal, partiu do juiz da 1.ª Vara Criminal do Fórum local, Jayme Walmer de Freitas. Ele a idealizou como forma de coibir abusos no trânsito e, consequentemente, criou-se a Ferramenta Virtual contra Infrações de Trânsito. As regras de uso dela pedem que qualquer cidadão registre a infração com o celular e use o aplicativo para enviar para a Urbes fotos, vídeo, áudio ou texto, informando data, horário e local da infração. A denúncia é então avaliada pelas devidas autoridades (por câmeras ou mobilização da polícia) e, confirmando a infração, ocorre a devida autuação.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *