Facebook abre inscrições para a 3ª turma do programa de aceleração de startups

Tudo sobre

Facebook


O programa de aceleração de startups de impacto social da Estação Hack, em São Paulo, receberá sua terceira turma em 2019. O Facebook anunciou que as inscrições para o programa, que visa fomentar a inovação tecnológica que traga transformações positivas à sociedade, já estão abertas e podem ser feitas pelo site até 10 de dezembro.

As duas áreas que serão atendidas pelo programa de aceleração são as de soluções voltadas para talentos e profissionais do futuro e cidades inclusivas e sustentáveis. Os pré-requisitos para empreendedores e empreendedoras são ter ao menos o protótipo do produto em fase de teste no mercado, mas também serão aceitas empresas que tenham produtos lançados buscando crescimento.

“Acreditamos num futuro no qual as pessoas estão em primeiro lugar. Em que a tecnologia está à serviço do bem-estar dos seres humanos e do meio ambiente e no qual as cidades são inclusivas, criativas e sustentáveis. Por isso, para essa 3ª edição do programa, buscamos startups de impacto social inovadoras que queiram resolver problemas de hoje e construir o amanhã, preparando pessoas e cidades para o futuro”, diz Maure Pessanha, diretora-executiva da Artemisia, uma organização que faz parte da parceria que oferta o programa da Estação Hack.

Dez empresas serão selecionadas para participar desta terceira turma. Nas edições anteriores, 20 startups receberam orientações e conquistaram resultados estratégicos, como a Redação Online, que cresceu 150% no mercado B2C e 80% no mercado B2B, além de fechar parceria com alunos de baixa renda atendidos pela Estação Hack; ou a Pluvi On, serviço de alerta em tempo real sobre eventos climáticos extremos, que foi a primeria startup brasileira a integrar a plataforma United Smart Cities LAB.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

“O trabalho realizado com as primeiras turmas é extremamente positivo, e o resultado obtido mostra como a troca de ideias e o conhecimento entre os empreendedores e alunos dos cursos de programação oferecidos no centro podem ajudar na criação de um ambiente de inovação. Queremos nesta nova rodada mais negócios que compartilhem a ideia de que a tecnologia e o impacto social podem trazer maiores benefícios para o desenvolvimento social do país. Acreditamos que empreendedores com essa preocupação colaboram para a solução de desafios atuais, contribuindo para a sociedade hoje e no futuro”, disse Eduardo Lopes, diretor da Estação Hack.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *