Agora é oficial: Microsoft vai reconstruir Edge com base no Chrome

Empresa de Redmond revelou nesta semana que trabalha em uma nova versão do seu navegador baseada na engine Chromium, também usada pelo Google


Após informações de que a Microsoft poderia substituir o Edge por um novo navegador no Windows 10, a empresa revelou nesta quinta-feira, 6/12, que prepara uma versão atualizada do seu browser baseada na engine Chromium, a mesma usada pelo Chrome, do Google.

“Hoje estamos anunciando que pretendemos adotar o projeto open-source Chromium no desenvolvimento do Microsoft Edge no desktop para criar uma compatibilidade web melhor para nossos usuários e menos fragmentação na web para todos os desenvolvedores web”, afirma a companhia de Redmond no seu blog.

No post em questão, a Microsoft também destaca o seu papel como apoiadora da comunidade open-source mais recentemente e a intenção de melhorar não apenas o Edge, mas também outros browsers do mercado com essa iniciativa, que deve começar a chegar aos usuários em 2019.

“No final das contas, queremos tornar a experiência web melhor para muitos públicos diferentes. As pessoas usando o Microsoft Edge (e potencialmente outros navegadores) vão experimentar uma compatibilidade melhorada com todos os sites, ao mesmo tempo em que receberão a melhor duração de bateria e integração de hardware possível com todos os tipos de dispositivos Windows”, explica a gigante sobre os benefícios trazidos pelo movimento.

Além disso, a Microsoft agora também disponibilizará o Edge para máquinas com outras versões do Windows, como 7 e 8, fazendo com que o navegador deixe de ser exclusivo do Windows 10. Vale notar ainda que a companhia revelou a intenção de criar uma versão do browser para Macs, conforme o post no blog: “Também esperamos que esse trabalho nos habilite a levar o Microsoft Edge para outras plataformas como o macOS”.

via IDG Now!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *