Mais pessoas usam Xiaomi no Brasil do que Asus; Samsung ainda lidera

A Asus vinha tendo um 2018 de estagnação no mercado brasileiro, mas as coisas pioraram neste fim de ano. Segundo dados da StatCounter, a empresa perdeu espaço e, recentemente, foi ultrapassada pela Xiaomi, uma empresa chinesa que sequer vende seus dispositivos oficialmente no Brasil.

Com dados consolidados de novembro de 2018, a consultoria afirma que 1,89% de todos os aparelhos em atividade no Brasil foram fabricados pela Xiaomi. Enquanto isso, a Asus fica com apenas 1,09%.

statcounterFonte: StatCounter

Vale destacar que essas informações não correspondem a smartphones vendidos, mas sim de smartphones ativos. A StatCounter contabiliza aparelhos de diversas marcas por meio de seus rastros deixados na internet. A empresa avalia os históricos de navegação de mais de 2 milhões de sites no mundo todo e consegue filtrar informações por marca, sistema operacional e muito mais.

Junto com a Samsung, a Asus foi a única grande marca a perder participação de mercado no Brasil de outubro para novembro de 2018. Isso quer dizer que nem a Black Friday foi suficiente para que essas marcas conseguissem mais usuários no país.

statcounterFonte: StatCounter

Mais impressionante do que isso tem sido a ascensão da Motorola. A empresa havia fabricado 19,5% dos smartphones ativos no Brasil em novembro de 2017 e, no mesmo período de 2018, já conta com 28,44%. Com isso, a marca norte-americana de propriedade da chinesa Lenovo, fica apenas seis pontos percentuais atrás da Samsung. Há um ano, a diferença era de 22 pontos.

Os gráficos ainda revelam que a Apple se estabilizou na terceira colocação com 15,9% dos aparelhos ativos no Brasil. A empresa ultrapassou a LG definitivamente em junho deste ano, após alguns meses de empate.

A Sony praticamente desapareceu do mercado nacional, contando com menos de 1% dos aparelhos ativos no Brasil. Marcas como OnePlus, Oppo, Vivo, HuaweiHonor estão abarcadas em “Unknown” e “Others”.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *