Brandpost: NetGlobe está entre as melhores empresas para se trabalhar do Great Place to Work

Esta é a primeira vez que a companhia entra no ranking, no qual obteve notas médias acima de 91%


A NetGlobe, empresa de serviços profissionais de gestão, videocolaboração e telepresença, acaba de ser certificada pelo Instituto Great Place to Work como uma das melhores empresas para se trabalhar em 2018. O certificado internacional de Melhores Empresas para Trabalhar tem como objetivo principal ressaltar e enaltecer o padrão de excelência das empresas que oferecem os melhores ambientes de trabalho e contribuem para a construção de uma sociedade melhor.

Esta é a primeira vez que a NetGlobe recebe o certificado do Great Place to Work, no qual obteve notas médias acima de 91% na avaliação dos pontos fortes da empresa e nota final (Índice de Confiança) superior a 70% na pesquisa feita com seus colaboradores. Ao todo foram dez critérios analisados, sendo que os destaques ficaram para os itens Orgulho e Respeito em que os funcionários disseram respectivamente: “Tenho orgulho de contar a outras pessoas que trabalho aqui” e “Nossas instalações contribuem para um bom ambiente de trabalho”. 

De acordo com o head de Recursos Humanos da NetGlobe, Tiago Ribeiro, a boa avaliação e conquista do certificado são resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido há dois e revela o comprometimento da empresa com a garantia do bem-estar e do crescimento profissional dos colaboradores. “Há dois anos, a NetGlobe começou a analisar todas as suas vertentes de atuação e uma delas foi sobre a gestão de pessoas, quando sentiu a necessidade ter um olhar especial para o quadro de funcionários, e aí surgiu a metodologia do Great Place to Work para apoiar o plano de mudanças”, conta ele.

Segundo Ribeiro, o ponto central dessa estratégia foi a mudança para uma nova sede, na qual foram investidos cerca de R$ 4 milhões. Além de uma área muito maior — que passou de 300 m² para 800 m² —, a NetGlobe procurou criar um ambiente moderno, totalmente colaborativo, conectado, mas acolhedor e prazeroso para se trabalhar. E uma das principais medidas nesse sentido foi a eliminação das barreiras, ou seja, o fim das salas fechadas dos diretores, separadas do ambiente dos funcionários. 

Outro exemplo foi a criação de um espaço chamado “Nutrindo Ideias”. Trata-se de um ambiente de descompressão para o funcionário se desconectar um pouco do trabalho. “É um espaço com pufs, café, frutas, etc., onde também são realizados eventos, sessões de massagem e no qual os colaborados também podem interagir”, explica Ribeiro.

O head de RH enfatiza que a NetGlobe tem uma cultura muito forte de alinhamento com as práticas do Great Place to Work, desde o processo seletivo até a contratação do colaborador, e sempre busca investir em programas de capacitação profissional e na valorização das relações humanas. Assim, quando o colaborador chega na empresa, ele passa uma semana interagindo com os diversos departamentos e pessoas. Além disso, a NetGlobe criou vários programas, como o “Portas Abertas” em que os funcionários podem trazer parentes ou amigos para conhecer a empresa.

Outro programa é o “Encontro com RH”, cujo objetivo é proporcionar uma comunicação mais direta entre o RH e o colaborador para falar de assuntos do dia a dia. “Por exemplo, para ele tirar uma dúvida sobre a folha de pagamento, ou, então, para saber como funciona um processo de reembolso, entre outras questões. Tudo que se refere a recursos humanos pode ser tratado no dia do encontro”, explica Ribeiro. Há ainda o programa “Falando com o CIO”, que é para aproximar e dar a oportunidade ao estagiário ou ao colaborador a ter contato com o presidente da companhia.

Como resultado dos esforços direcionados para que se ajustasse à metodologia do Great Place to Work, a NetGlobe cresceu, se desenvolveu e ampliou o número de colaboradores, que passou de 28 para 54 funcionários. “Nesse período, nós efetivamos muitos profissionais e criamos um programa de estágio que abrangeu todas as áreas da empresa. Ao término desse programa, muitas pessoas foram efetivadas”, conta o diretor de vendas e marketing da NetGlobe, Diego Biscaia. Ele ressalta que a empresa investe no desenvolvimento contínuo de todos os colaboradores. São ações que envolvem treinamentos internos, a participação dos colaboradores em workshops, entre outros eventos, além de manter uma política de valorização dos funcionários.

 

via IDG Now!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *