Uber assume a culpa em acidente fatal com carro autônomo da empresa

Tudo sobre

Uber


Em uma reunião da empresa que aconteceu nesta semana, Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, admitiu a culpa da empresa no acidente com um carro autônomo da companhia que matou uma mulher na cidade de Tempe, no Arizona.

De acordo com uma reportagem do site Business Insider, a reunião aconteceu entre o CEO da empresa, a chefe da divisão de carros autônomos da Uber (Eric Meyhofer) e funcionários da Advanced Technologies, braço da Uber responsável pela fabricação dos veículos sem motorista. De acordo com fontes presentes, Khosrowshahi afirmou durante a reunião que a empresa foi culpada pelo acidente.

Durante a reunião, o CEO foi perguntado sobre alguns pontos levantados por uma reportagem da Business Insider sobre o momento após o acidente, em que a publicação chama a cultura de convivência da empresa de “tóxica”, e chega a insinuar que já chegaram até a acontecer brigas dentro da empresa. E, ainda que Dara tenha chamado a reportagem de “sensacionalista”, ele assume que alguns pontos dela estavam corretos, e que o acidente fez com que a diretoria repensasse não apenas o modo como irão gerir a empresa dali pra frente como também incentivou a algumas mudanças nos cargos de chefia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O acidente aconteceu em março deste ano, quando um carro autônomo da Uber atropelou a ciclista Elaine Herzberg, que pedalava à noite por uma estrada na cidade de Tempe, no Arizona. De acordo com as investigações, diversos fatores contribuíram para o acidente, mas o principal deles é que o motorista designado para o veículo — que precisa estar sempre atento na pista para assumir o controle caso perceba que a IA do carro cometerá um erro — estava assistindo a vídeos da internet ao invés de prestar atenção na estrada.

Como resultado do acidente, a empresa interrompeu todos os seus testes com carros autônomos no estado. Além disso, no mês de outubro, o governo do Arizona firmou uma parceria com a Intel para a criação de um consórcio que irá definir políticas de segurança para o uso de carros autônomos dentro do estado.

Fonte: Phoenix Business Journal

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *