Rede Marriott teve vazamento de dados de mais de 500 milhões de hóspedes

A rede de hotéis Marriott sofreu um ataque hacker que resultou no vazamento de dados de seus hóspedes. A empresa anunciou nesta sexta (30) que um grupo invadiu seu sistema de reserva e teve acesso não autorizado a informações de clientes de empresas das quais ela é dona, como W Hotels, Sheraton, Westin e St. Regis.

A empresa informa que a recebeu a informação em 8 de setembro, mas o sistema estava sendo invadido desde de 2014. A companhia ainda informa que está tentando levantar o montante de informação vazada, motivo pelo qual demorou tanto tempo para vir a público.

A estimativa é de que ao menos 500 milhões de usuários tenham seus dados comprometidos. “A companhia ainda não terminou de identificar a base de informação duplicada, mas acreditamos que o conteúdo seja de aproximadamente 500 milhões de hóspedes que tenham feito reserva em uma empresa de propriedade da Starwood”, informa o comunicado.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A suspeita é de que os dados obtidos sejam relacionados a nomes, número de telefone, endereço de e-mail, número de passaporte, data de nascimento e informações de chegada e saída em viagens. Contudo, ainda é possível que hackers possam ter acesso a números de cartão de crédito, bem como as datas em que eles expiram.

“Nós lamentamos profundamente por este incidente. Fomos aquém do que nossos hóspedes merecem e que esperam de nós. Estamos fazendo de tudo para ajudar nossos hóspedes e usando das lições que aprendemos para melhorar daqui pra frente”, disse o CEO e presidente da empresa, Arne Sorenson.

As ações, citadas pelo CEO, são relativas a avisos da companhia por e-mail para todos que podem ser sido afetados. Contudo, a empresa também criou uma página para ajudar os usuários que tinham conta em hotéis da rede.

Caso você tenha se hospedado em algum estabelecimento da rede, a recomendação é trocar as senhas do sistema. Ainda, caso você tenha cartões de crédito atrelados ao sistema, também fica a recomendação de cancelar e pedir um cartão novo. Por fim, também é importante considerar trocar e-mails e senhas do serviço.

A empresa não disse como os hackers tiveram acesso ao sistema, contudo, informa que eles não têm mais acesso às informações de futuros hóspedes.

Fonte: Nasdaq

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *