Projeto do Facebook e do MIT quer dar endereços para todo mundo

Uma parceria entre o Facebook e o MIT – o Instituto de Tecnologia de Massachusetts – pretende usar machine learning para dar endereços para as pessoas que não tem. Você deve estar pensando que estamos tratando de endereços de email, ou algum tipo de perfil em redes sociais, mas não: a união dessas instituições que dar endereços reais, aqueles usados pelos Correios, para quem mora em lugares que não estão registrados adequadamente.

À medida que você entra em uma economia mais global e mais pessoas pedem e recebem mercadorias à distância, você precisa de um endereço mais específico

Muitos cidadãos – inclusive nos Estados Unidos, onde o projeto vai começar a funcionar – vivem em áreas rurais distantes, em estradas sem pavimentação, por exemplo, que não possuem nome definido (pelo menos não oficialmente) e nem números em suas residências. Muitos dependem do uso de caixas postais para receber correspondências e precisam se deslocar até a agência local dos correios mais próxima para receber suas coisas. Aqui no Brasil, a realidade é a mesma ou até pior: imagine quantas pessoas vivem sem ter um endereço definido oficialmente.

Endereços para todos!

É para corrigir esse problema que os pesquisadores Ilke Demir, do Facebook, e Ramesh Raskar, do MIT, se uniram para desenvolver um algoritmo de deep learning para analisar imagens de satélite onde existem estradas e converter os pixels das imagens em uma rede. A inteligência artificial vai conseguir determinar centros urbanos e suas redondezas e determinar divisões na forma de rótulos para regiões, estradas e unidades de endereço.

Segundo um levantamento feito pelos pesquisadores, cerca de 4 bilhões de pessoas no mundo todo não possuem endereço definido

“À medida que você entra em uma economia mais global e mais pessoas pedem e recebem mercadorias à distância, você precisa de um endereço mais específico do que ‘a casa com a porta vermelha em frente à catedral’”, Merry Law, presidente da empresa de pesquisa de código postal WorldVu, disse ao MIT Technology Review.

Segundo um levantamento feito pelos pesquisadores, cerca de 4 bilhões de pessoas no mundo todo não possuem endereço definido. A plataforma criada por eles é capaz de gerar 3,2 bilhões de endereços, deixando apenas 20% do trabalho para ser feito manualmente.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *