‘Aquele não foi um comportamento apropriado’, diz Nasa sobre Elon Musk

Após anunciar investigação, Agência Espacial comentou episódio recente em que CEO da SpaceX fumou maconha em programa nos EUA.


Após abrir uma investigação sobre a SpaceX, que foi contratada junto com a Boeing para levar os astronautas para a Estação Espacial Internacional, a Nasa se pronunciou oficialmente nesta semana sobre o comportamento de Elon Musk, CEO da SpaceX que recentemente foi filmado fumando maconha durante um webcast nos EUA. As informações são da The Atlantic.

“Vou dizer para vocês que aquilo não ajudou, e não inspirou confiança, e os líderes dessas empresas precisam levar isso como um exemplo sobre o que fazer quando você lidera uma organização que vai lançar astronautas americanos”, afirmou o administrador da Agência Espacial dos EUA, Jim Bridenstine, durante um evento com a imprensa, conforme a reportagem.

Além disso, Bridesntine destacou que Musk está comprometido com a segurança quanto qualquer e “entende que aquele não foi um comportamento apropriado, e você não verá isso acontecer novamente”.

Conforme reportado na semana passada pelo Washington Post, a Nasa determinou a realização de uma inspeção de segurança na SpaceX e na Boeing. Prevista para acontecer no ano que vem, a iniciativa vai examinar “toda e qualquer coisa que possa impactar a segurança” uma vez que essa será a primeira vez que as empresas levarão humanos ao espaço, explicou o administrador associado de exploração humana da Agência Espacial dos EUA, William Gerstenmaier, em entrevista ao jornal.

Entenda o caso

O episódio em questão aconteceu no último dia 6 de setembro, quando Musk foi filmado fumando maconha durante o webcast Joe Rogan Experience. As ações da Tesla, outra empresa do executivo, caíram mais de 6% no mesmo dia para US$ 263,24, dois executivos renunciaram aos cargos no mesmo dia e a Força Aérea americana iniciou uma investigação na SpaceX.

Durante o programa, que durou mais de duas horas, Musk falava sobre seus planos para um avião elétrico supersônico capaz de levantar voo na vertical e que o veículo seria melhor que os aviões atuais, apesar de admitir que o projeto não seria uma prioridade para ele agora. O empresário também falou sobre o “experimento mais estúpido da história humana” se referindo aos combustíveis fósseis.

via IDG Now!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *