Nintendo acaba com programa Creators que limitava vídeos de seus jogos no YouTube

A Nintendo anunciou nesta quinta-feira (29) o fim do Creators Program, maior responsável pela caçada aos vídeos gravados de seus jogos e que são publicados na internet. Com a novidade, usuários poderão monetizar vídeos com conteúdo de jogos da gigante japonesa.

Nintendo Switch

O Creators Program é um projeto da empresa que começou em 2013 e tinha como objetivo cortar a monetização de qualquer um que publicasse algum conteúdo de seus jogos, em sites de vídeo como o YouTube. O lançamento oficial aconteceu dois anos depois e ele finalmente será descontinuado até o final de 2018.

“Estamos descontinuando o programa Nintendo Creators Program (NCP) para facilitar a criação e monetização de vídeos que incluem conteúdo de jogos da Nintendo. Não será mais necessário submeter vídeos ao programa NCP e criadores poderão continuar a demonstrar sua paixão pela Nintendo, desde que sigam as diretrizes da Nintendo”, diz a empresa em nota oficial.

Mesmo com a mudança, a desenvolvedora nipônica ainda não liberou as portas por completo. As novas diretrizes permitem que a Big N derrube alguns vídeos que quebram suas regras, como vídeos que são postados sem interação de quem postou – ou seja, um vídeo de um jogo do Mario, por exemplo, sem sequer um comentário em áudio do dono do canal.

Além disso, a empresa apenas permitirá que vídeos com conteúdo de jogos já lançados continuem no ar, mas garantindo que trailers oficiais podem ser compartilhados nestes sites.

Por fim, as novas regras incluem tanto vídeos publicados, como transmissões ao vivo e a monetização pode vir do programa de streamer do Facebook, do YouTube, Twitter, Twitch, OPENREC.tv e do Niconico Douga.

As novas regras entram em vigor a partir do primeiro dia de 2019.

Com informações: Nintendo e Engadget.

Nintendo acaba com programa Creators que limitava vídeos de seus jogos no YouTube

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *