Ex-funcionário afirma que Facebook discrimina negros

Ex-gerente de parcerias para influencers publicou carta aberta sobre o assunto. Atualmente, negros representam 4% da força de trabalho da rede social.


Um ex-funcionário do Facebook publicou recentemente uma carta aberta em que acusa a maior rede social do mundo de discriminação racial contra usuários e funcionários negros. Intitulado “Facebook is failing its black employees and its black users” (“O Facebook está falando com seus funcionários e usuários negros”), o documento foi compartilhado internamente na empresa antes de ser tornado público.

O autor do memorando em questão é Mark S. Luckie, que recentemente deixou o cargo de gerente estratégico de parcerias para influencers globais na empresa. Entre outras coisas, Luckie diz que em alguns prédios do Facebook existiam mais pôsters do movimento “Black Lives Matter” do que pessoas negras de verdade. 

Além disso, o ex-gerente da rede social diz que os funcionários negros costumam ser “abordados de forma agressiva pelos seguranças do campus” da empresa. 

“Sentir-se uma esquisitice no seu próprio lugar de trabalho por causa da cor da sua pele enquanto passa por pôsteres te lembrando a ser você mesmo parece algo não autêntico por si só”, afirma em um trecho. Clique aqui para ler a carta na íntegra (em inglês).

Segundo o relatório de diversidade mais recente do Facebook, divulgado em julho deste ano, atualmente 4% dos funcionários da empresa são negros.

via IDG Now!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *