Project Fi agora é Google Fi e tem lista de aparelhos compatíveis atualizada

A Google oficializou o nome do seu plano próprio de telefonia. Antes chamado de Project Fi, agora o serviço foi rebatizado para Google Fi, associando a empresa à marca. Além disso, o produto ganhou novo logo e também passa a estar disponível para mais fabricantes.

Assim como alguns programas que não levavam o nome da companhia, como o Files, este serviço passou a ser ligado à marca Google. Embora ela não informe o motivo disso, a justificativa deve ser a mesma do rebranding do app Files: fazer com que as pessoas reconheçam mais facilmente que o produto pertence à empresa.

Outra modificação para isso é que o logo do Fi passa a contar com as cores típicas do logo da Google. Antes da mudança, o design era baseado somente em um esquema em amarelo e verde, ao qual foram adicionadas as cores azul e vermelho. Além disso, todo o site e aplicativo do serviço foram atualizados, já enquadrando o produto também nos novos parâmetros de design para 2019.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Logo nova usa cores conhecidas da Google (Foto: Divulgação/Google)

A principal novidade, contudo, é que a Google expandiu a oferta do serviço a outras fabricantes de aparelhos que não apenas aquelas sob o selo “criado para o Fi”. O novo site permite que usuários comprem em planos de pacote os smartphones otimizados para o serviço, entre eles Pixel 3, 3 XL e 2 XL; Moto G6 e X4; e LG V35 e G7.

Os demais modelos passam a fazer parte de uma lista de “compatíveis”, que inclui smartphones Android e iOS. Contudo, ao não serem “criados para o Fi”, podem não receber todas as ferramentas e possibilidades do produto. A lista completa está dividida por fabricante no site da Google.

O que é o Fi?

O Fi é o serviço de telefonia móvel da Google disponível nos EUA desde 2016. Até agora, era chamado apenas de projeto. O serviço oferece alguns pontos interessantes como suporte a 120 países para quem viaja ao exterior, um serviço de conexão automática e segura a redes Wi-Fi públicas e de qualidade, controle preciso do consumo do pacote de dados, conectividade compartilhada com outros dispositivos (como tablets e carros), sem cobranças extras.

Apesar das mudanças, ele ainda funciona com um sistema de pagamento por utilização. A Google trabalha em um sistema de assinatura abaixo do mercado, que oferece ligações e mensagens de texto ilimitadas por apenas US$ 20 (em torno de R$ 76), sendo que é possível adicionar pessoas ao combo por outros US$ 15 (~R$ 58).

Para navegação, a Google cobra US$ 10 (~R$ 38) para cada GB consumido durante o mês até o total de 6 GB.

Fonte: Android Central

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *