8 carregadores portáteis para não ficar sem bateria nas férias

Os smartphones facilitam muito nossa vida, condensando várias funções que, inicialmente, somente conseguiríamos ter acesso usando um computador. Gerenciar o e-mail, navegar nas redes sociais, fotografar e fazer compras são apenas algumas das possibilidades. Não é à toa que todo mundo está constantemente checando o celular. Há um aspecto, porém, que costuma chatear boa parte dos usuários: a autonomia da bateria dos smartphones.

Com uma utilização tão frenética e com tantas funções desempenhadas pelos dispositivos, dificilmente dá para passar um dia inteiro com apenas uma carga no celular. Em época de final de ano, com a chegada das férias (e o registro de cada paisagem incrível daquela viagem no Stories), carregar o smartphone só uma vez é suficiente para poucas horas. 

O usuário tem algumas opções para lidar com o problema, como sempre comprar celulares mais novos ou trocar a bateria de seu aparelho periodicamente. Mas há uma solução mais simples e econômica: adquirir um carregador portátil (ou power bank). 

A função de um carregador portátil é evitar a necessidade de ter uma tomada por perto para carregar seus dispositivos. Dependendo da potência dele, é possível carregar até mesmo notebooks. Os power banks podem vir em diversos formatos e capacidades de carga, permitindo que o usuário escolha exatamente a opção mais adequada às suas necessidades. No entanto, uma dúvida ainda persiste: como reconhecer a melhor opção de carregador portátil?

A principal informação que o usuário deve procurar em um power bank é a quantidade de miliampere-hora (mAh) do aparelho. Basicamente, essa é uma unidade usada para medir a capacidade de baterias de celulares. No caso do carregador portátil, saber a quantidade de mAh permite ter uma ideia de quantas cargas ele será capaz de dar em um aparelho, mas apenas de forma aproximada.

Um exemplo: um carregador portátil de 10.000 mAh seria capaz de carregar um Zenfone 4 (cuja bateria tem 3.000 mAh) mais de duas vezes, certo? Não necessariamente. Não dá para contar que toda a capacidade do power bank poderá ser utilizada, porque uma parte da energia se perde no caminho entre o cabo USB e o celular. Além disso, a tensão da bateria, indicada em Volt (V), também influencia nesse cálculo. 

A melhor saída, portanto, é ver a quantidade de mAh do seu celular (ou de outro dispositivo que planeja carregar frequentemente) e comparar com a do carregador que você está pensando em comprar. Não se esqueça de sempre descontar uma parte da energia, que não poderá ser aproveitada – e isso não depende da qualidade do power bank. 

Também é importante levar em conta o tipo de situação na qual você planeja usar o carregador. Durante uma viagem de férias, por exemplo, é mais difícil ter acesso a uma tomada, o que significa que você precisa de um carregador mais potente, para utilizá-lo diversas vezes ao longo do dia. Outra variação a ser observada é a quantidade de portas oferecidas pelo power bank, principalmente se você planeja carregar mais de um dispositivo ao mesmo tempo.

Para facilitar a escolha, o TecMundo separou oito carregadores portáteis de diferentes características. Depois de encontrar o que melhor supra suas necessidades, é só comprar e postar todas as atualizações das férias sem se preocupar com a bateria descarregando.

Se você quer um carregador bastante potente e não se importa em pagar um pouco mais caro por isso, o Anker PowerCore é a melhor escolha. Com 13.000 mAh de capacidade, vai ser difícil esgotá-lo em um dia – dá para carregar um iPhone 6S por quase 5 vezes, por exemplo. 

Ele está equipado com duas portas USB e tecnologia de carregamento de alta velocidade. Isso significa nada de ficar várias horas esperando pela carga, porque o sistema do PowerCore evita que a resistência do cabo diminua a velocidade de carregamento. 

Se você quer um carregador pequeno, que dê para levar no bolso, e com um preço bastante econômico, essa é sua opção. Medindo 13 cm de comprimento, não vai ser difícil levar esse power bank para todo lugar. Se você não é daqueles completamente viciados no celular e quer apenas completar a carga, os 2200 mAh desse carregador serão suficientes para o salvar em uma emergência. 

Esse carregador portátil tem tudo a ver com férias de verão. Sendo resistente à água, ele usa energia solar para completar a carga. Embora o tempo de carregamento total exposto ao sol seja de 10 a 15 horas, o power bank pode carregar o celular mesmo que não esteja previamente carregado – bastando ser colocado à luz solar. 

A capacidade de carga é um ponto forte do carregador solar, chegando a 40.000 mAh. Isso é suficiente para suprir várias cargas de um smartphone – ou de dois dispositivos ao mesmo tempo, já que o power bank está equipado com duas saídas USB. Também é possível carregá-lo diretamente na tomada. O preço desse produto é outra vantagem que colabora para seu ótimo custo-benefício. 

Com capacidade de 10.000 mAh, esse é um bom intermediário entre um carregador portátil básico – como o primeiro apresentado nesta lista – e outros mais sofisticados. O power bank traz duas entradas USB, além de um visor que permite ao usuário acompanhar a porcentagem de carga disponível no aparelho. Medindo 15 centímetros de comprimento e pesando 279 gramas, é um produto fácil de ser levado para qualquer lugar.  

Muito semelhante ao carregador acima, esse power bank também tem 10.000 mAh de capacidade e duas portas USB. Isso permite carregar mais de um dispositivo ao mesmo tempo, enquanto a capacidade assegura autonomia considerável ao carregador. Ainda que não seja suficiente para carregar por completo várias vezes um celular, é capaz de dar uma segurança a quem não quer correr o risco de ficar sem bateria. 

Com um visual mais moderno e design leve, esse carregador portátil oferece alguns diferenciais que precisam ser considerados. O primeiro é que seu cabo USB para carregar outros dispositivos está embutido no power bank – há um adaptador para iPhone e iPad também. Isso evita aqueles casos chatos em que você se lembrou de levar o carregador, mas se esqueceu do cabo.

O outro diferencial é a maneira peculiar de ligar o carregador: basta agitá-lo. Esse power bank está equipado com duas portas USB e não deixa a desejar na capacidade de carga: 10.000 mAh. 

O Energizer é um carregador portátil bastante leve, pesa apenas 130 gramas e tem um design ultrafino. Para quem não costuma andar com bolsas grandes ou mochilas, é uma característica importante. A conveniência do power bank também é reforçada com o cabo destacável, evitando que você o perca, ao mesmo tempo que oferece maior flexibilidade. 

Sua capacidade de carga é de 8000 mAh. Em muitos casos, isso não é suficiente para carregar o smartphone do zero diversas vezes ao longo do dia. Ao mesmo tempo, a utilidade proporcionada pelo design do produto pode compensar essa fragilidade, dependendo das prioridades do usuário. 

Ainda entre os carregadores compactos e eficientes, esse mede três centímetros de altura e tem capacidade de 8.800 mAh. Trazendo duas entradas USB, o power bank também tem a função de lanterna LED integrada. 

Alguns adicionais são a proteção contra sobrecarga e curto-circuito e a exibição da quantidade de bateria restante usando sinais em LED. Por fim, não dá para deixar de comentar a cor desse carregador portátil, que deixa o produto com uma cara bastante simpática. 

Com capacidade de 20.000 mAh, este power bank é perfeito para quem usa o smartphone todo tempo, mas nem sempre tem acesso a tomadas. É tudo o que você precisa durante as férias. Ele pode carregar até dois dispositivos simultaneamente e traz sinalizadores em LED para indicar quanto de bateria ainda resta. 

O carregador portátil tem um design ultraleve, pesando 338 gramas. Também está equipado com a tecnologia de carregamento em alta velocidade e pode atingir total capacidade em 7 horas. 

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *