O que é o modo anônimo dos navegadores e como utilizá-lo

Se você utiliza um computador compartilhado com a família ou se simplesmente está na casa de um amigo, sabe como pode ser incômodo navegar na internet e deixar todos seus dados de navegação ali registrados. Assim, por que não utilizar uma janela de navegação anônima?

No Google Chrome, basta abrir o navegador e clicar no ícone de três pontos localizado no canto superior direito da tela. Então, no menu que se abrir, selecione “Nova janela anônima”. No caso do Firefox, o processo é semelhante, com o pequeno diferencial de que será preciso clicar no ícone sanduíche também no canto superior direito e selecionar “Nova janela privativa”. O Microsoft Edge também possui a opção de navegação anônima: é preciso clicar no ícone de três pontos, localizado no canto superior direito, e selecionar a opção “Nova janela InPrivate”.

 

Vale destacar que os recursos de navegação anônima destes navegadores também estão disponíveis para os aplicativos tanto do iOS quanto do Android, e o modo de acessá-los é semelhante: é só buscar o ícone de três pontos e selecionar ali a navegação sem rastros. Para voltar a navegar normalmente, é só fechar a janela anônima.

Conforme apontado por informações do próprio Google Chrome, a navegação anônima permite que as outras pessoas que utilizem o dispositivo não saibam da sua atividade, já que o histórico de navegação não será salvo. Assim, não será possível saber quais sites foram visitados por você. Entretanto, é preciso destacar algumas informações importantes a respeito da navegação anônima. Apesar do nome, ela não te deixa totalmente anônimo na web, de modo que os sites visitados – e os anúncios presentes neles -, o administrador da rede e o provedor de acesso continuam recebendo informações sobre as suas atividades.

 

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *