Tesla permite carga extra em seus carros por causa do furacão Michael

A Tesla desbloqueou, remotamente, o limite das baterias de seus carros Model S e Model X. A medida visa favorecer os clientes que se encontram em áreas com risco de serem atingidas pelo furacão Michael.

Esse desbloqueio foi possível porque alguns exemplares dos modelos citados foram comercializados com baterias acima da capacidade escolhida pelos clientes, mas bloqueadas para suportarem somente até o nível de carga que foi pago. Sendo assim, a companhia ofereceu um update de software que permite aumentar o limite de carga temporariamente. Nas áreas ameaçadas pelo Michael, os motoristas que receberam esse bônus na bateria terão até 64 km a mais de percurso sem precisar parar para recarregá-la.

A Tesla já tinha feito a mesma coisa antes em, pelo menos, duas ocasiões: para os clientes afetados pelo furacão Florence, em setembro passado, e no caso do furacão Irma, em 2017. Desta vez, os beneficiados são alguns moradores dos estados da Flórida, Alabama, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte. Sem contar que todos os clientes que estiverem em áreas atingidas por furacões não precisarão pagar a taxa do supercharger.

De acordo com a companhia, é mais fácil fabricar menos lotes de baterias maiores, bloqueadas por software, do que fabricar mais lotes de baterias com níveis de carga diferentes. Sendo que isso dá a opção de um upgrade posterior, sem que o cliente precise trocar a peça física. No início, a empresa cobrava USD 9 mil para subir de 60 para 75 kWh. Ela também já aplicou atualização de software para fazer correções. Foi em maio deste ano, no caso em que a Consumer Reports afirmou haver inconsistência no sistema de frenagem do Model 3.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *