Instagram nega criação de ferramenta oficial de repost

Menos de 24 horas depois de o The Verge divulgar que o Instagram estaria, enfim, trabalhando em uma ferramenta própria de repost de conteúdos, a rede social veio a público para desmentir o boato.

O próprio The Verge atualizou sua notícia para incluir a réplica do Instagram, que disse que o desenvolvimento de tal função “não está acontecendo”, nem mesmo em caráter de testes. De acordo com o rumor, o recurso apareceria no canto superior direito de cada postagem, dando aos usuários a opção de compartilhar o conteúdo em seus feeds tal qual é possível em outras redes sociais. E uma suposta captura de tela desse recurso teria sido enviada ao Verge, indicando estágios iniciais de desenvolvimento e, portanto, justificando a disseminação da informação que, agora, foi negada.

Por enquanto, o Instagram somente permite o compartilhamento de Stories, desde que o usuário autor da postagem tenha autorizado esse repost em suas configurações. O repost de fotos e vídeos publicados no feed, sendo assim, segue inexistente.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E por que não uma ferramenta de compartilhamento no feed do Instagram, já que outras redes sociais oferecem o recurso? De acordo com a visão do TechCrunch, o Instagram sempre foi sobre compartilhar sua própria visão das coisas com o mundo, como o que você está vivendo ou vendo por aí. Então, por esse ponto de vista, “regramar” seria legitimar que outras pessoas compartilhassem conteúdos com o olhar de terceiros, não representando, portanto, o seu ponto de vista.

Resultado disso poderia ser uma perda de “charme” no Instagram, além da perda de credibilidade de usuários que poderiam rechear seus perfis com conteúdos bonitos republicados, deixando seus perfis sem sua identidade própria. Com isso, o Instagram poderia arriscar se tornar uma plataforma aleatória e genérica, e precisaria aprimorar suas decisões algorítmicas na hora de decidir o que exibir no feed do usuário. Além disso, uma ferramenta de compartilhamento nesta rede social pode representar um aumento na disseminação de desinformação, problema que é intenso no Facebook, por exemplo.

No ano passado, Kevin Systrom, CEO do Instagram, disse à Wired que a rede social “é sobre manter seu feed focado nas pessoas que você conhece”, mantendo a autenticidade da plataforma.

Fonte: The Verge, TechCrunch

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *