Modelo mais luxuoso do Apple Watch pode ter sido descontinuado

Tudo sobre

Apple


Ao que parece, a Apple pode ter dado um tempo com a ideia de vender o Apple Watch como um item de luxo. Atualmente, o modelo “Edition” não é mais encontrado no site oficial da fabricante – além de também não ter sido mencionado durante o evento recente da Apple, realizado na última quarta-feira (12).

O Watch Edition se tornou notório em pulsos de artistas e famosos, tais como Beyoncé e Kanye West. Comercializado desde o lançamento do smartwatch, há três anos, o modelo luxuoso era originalmente embalado em uma carcaça de ouro 18 quilates e vendido pela “bagatela” de US$ 10 mil. Posteriormente, a Apple substituiu o material por cerâmica, cortando o preço em 88% – quando então era vendido por US$ 1.250.

Dessa forma, a bandeira do relógio inteligente da Maçã deve mesmo ser levada adiante pelo recém-apresentado Apple Watch Series 4. Disponível apenas em carcaças de aço inoxidável e alumínio, o wearable tem o preço inicial bem mais modesto de US$ 399.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Pela “bagatela” de US$ 10 mil era possível ter um Apple Watch com carcaça em ouro 18 quilates – o mesmo encontrado em pulsos de famosos como Kanye West e Beyoncé; possuir um até permitir furar filas em lojas da Maçã. (Imagem: reprodução/Apple).

Ainda existem os modelos da Hermès

Seja como for, quem realmente ainda quiser uma “versão ostentação” do gadget pode buscar os modelos produzidos pela parceria entre a Apple e a Hermès – com pulseira feita de couro e watch faces personalizados -, cujo preço inicial é de US$ 1.250. Independentemente da preciosidade da carcaça ou dos adereços, entretanto, fato é que os modelos antigos do smartwatch não devem receber atualização para o WatchOS 5.

O Watch Edition é mais um entre os vários modelo de gadgets engavetados recentemente pela Apple. A companhia anunciou ontem que também descontinuará as vendas dos iPhone X, SE, 6s e 6s Plus. Ademais, também não passou despercebida a ausência do carregador wireless AirPower, o qual foi anunciado ao final do ano passado e até o momento reside em um limbo.

Fonte: via Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *