Modelo mais luxuoso do Apple Watch pode ter sido descontinuado

Tudo sobre

Apple


Ao que parece, a Apple pode ter dado um tempo com a ideia de vender o Apple Watch como um item de luxo. Atualmente, o modelo “Edition” não é mais encontrado no site oficial da fabricante – além de também não ter sido mencionado durante o evento recente da Apple, realizado na última quarta-feira (12).

O Watch Edition se tornou notório em pulsos de artistas e famosos, tais como Beyoncé e Kanye West. Comercializado desde o lançamento do smartwatch, há três anos, o modelo luxuoso era originalmente embalado em uma carcaça de ouro 18 quilates e vendido pela “bagatela” de US$ 10 mil. Posteriormente, a Apple substituiu o material por cerâmica, cortando o preço em 88% – quando então era vendido por US$ 1.250.

Dessa forma, a bandeira do relógio inteligente da Maçã deve mesmo ser levada adiante pelo recém-apresentado Apple Watch Series 4. Disponível apenas em carcaças de aço inoxidável e alumínio, o wearable tem o preço inicial bem mais modesto de US$ 399.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Pela “bagatela” de US$ 10 mil era possível ter um Apple Watch com carcaça em ouro 18 quilates – o mesmo encontrado em pulsos de famosos como Kanye West e Beyoncé; possuir um até permitir furar filas em lojas da Maçã. (Imagem: reprodução/Apple).

Ainda existem os modelos da Hermès

Seja como for, quem realmente ainda quiser uma “versão ostentação” do gadget pode buscar os modelos produzidos pela parceria entre a Apple e a Hermès – com pulseira feita de couro e watch faces personalizados -, cujo preço inicial é de US$ 1.250. Independentemente da preciosidade da carcaça ou dos adereços, entretanto, fato é que os modelos antigos do smartwatch não devem receber atualização para o WatchOS 5.

O Watch Edition é mais um entre os vários modelo de gadgets engavetados recentemente pela Apple. A companhia anunciou ontem que também descontinuará as vendas dos iPhone X, SE, 6s e 6s Plus. Ademais, também não passou despercebida a ausência do carregador wireless AirPower, o qual foi anunciado ao final do ano passado e até o momento reside em um limbo.

Fonte: via Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *