Estas são as 10 engenheiras mais poderosas de 2018

Ingressar em carreiras da área de Ciências Exatas ainda representa um desafio significativo para as mulheres. De acordo com dados do Censo da Educação Superior, por exemplo, elas eram maioria dentre os concluintes do ensino superior no Brasil em 2015, mas, quando leva-se em conta apenas os cursos de Ciências Exatas, a taxa de presença de mulheres cai para 41%. A realidade brasileira não é muito diferente da americana. O relatório do Departamento de Comércio dos EUA divulgado do ano passado mostrou que, embora as mulheres preenchessem 47% dos postos de trabalho no país, ocupavam apenas 24% dos cargos na área de Ciências Exatas. 

Isso não significa, porém, ausência total de mulheres em cargos importantes na tecnologia. Todo ano, o site especializado em negócios e tecnologia Business Insider elege as engenheiras mais poderosas do período. Confira abaixo o top 10 de 2018.

10. Corlis Murray, Abbott

Responsável pelo serviço de engenharia da Abbott, Murray cuida da qualidade e da segurança global dos negócios da empresa em mais de 150 países. Lançou também um programa de estágio para incentivar alunos do Ensino Médio a seguir carreira na área de tecnologia.

9. Paula Hartley, Lockheed Martin

Paula Hartley é vice-presidente do Departamento de Soluções Avançadas da Lockheed Martin. A equipe dela é responsável por criar tecnologia para diversas aplicações militares.

8. Anjul Bhambhri, Adobe

Ocupando o cargo de vice-presidente de Engenharia da Plataforma Adobe Cloud, Anjul Bhambhri chefia uma equipe de mais de 300 pessoas e desenvolve tecnologias avançadas, como inteligência artificial e aprendizado por máquina. 

7. Denise Dumas, Red Hat

A engenheira é vice-presidente da Plataforma de Sistema Operacional na Red Hat. O trabalho de Denise Dumas é gerenciar o principal produto da empresa, o Red Hat Enterprise Linux. Esta é a versão comercial mais bem-sucedida do Linux. 

6. Diane Bryant, Google Cloud

A Diretora de Operações do Google Cloud se juntou à empresa em novembro, após mais de 30 anos trabalhando na Intel. Sua missão é transformar o Google em uma gigante de computação em nuvem que faça frente a Amazon e Microsoft. Diane Bryant tem uma história de superação pessoal: quando adolescente, era sem teto e resolveu estudar engenharia porque ouviu dizer que a carreira pagava bons salários.

5. Patricia Goforth, Booz Allen Hamilton

A vice-presidente executiva da Booz Allen Hamilton lidera uma equipe de mais de 3400 engenheiros e cientistas dedicados a construir projetos de tecnologia para os clientes da companhia. 

4. Priya Balasubramaniam, Apple

A produção do principal produto da Apple passa diretamente por Priya Balasubramaniam. Ela é vice-presidente de operações do iPhone desde 2013, cargo no qual supervisiona a cadeia produtiva do aparelho.

3. Melinda Gates, Bill & Melinda Gates Foundation

A nova linha de atuação da co-presidente da Bill & Melinda Gates Foundation é atacar a ausência de mulheres na tecnologia. Agora, Melinda Gates está investindo seu dinheiro em fundos de risco que são gerenciados por mulheres e que apoiem a criação de startups lideradas por mulheres e minorias.

2. Alicia Boler Davis, General Motors

Ocupando o cargo de vice-presidente executiva de Produção Global da GM, a engenheira é responsável por gerenciar a operação e fabricação da empresa. A operação gerida por Alicia Davis abrange 165 mil funcionários em mais de 20 países.

1. Gwynne Shotwell, SpaceX

A diretora de operações da SpaceX foi responsável por transformar a empresa na primeira companhia privada a enviar uma nave para a Estação Espacial Internacional. Também foi sob a gestão de Gwynne Shotwell que a SpaceX se tornou a primeira empresa privada a enviar um satélite para órbita geoestacionária. 

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *