SpaceX projeta viagem de foguete entre cidades para daqui uma década

Em setembro do ano passado, Elon Musk propôs utilizar foguetes não só para fazer viagens para fora do planeta, mas para movimentações entre países no globo terrestre. Pois bem, em conferência do TED em Vancouver nesta segunda-feira (16) a presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, retomou a ideia e adicionou que a proposta é de que a tecnologia possa estar disponível em uma década.

Ela foi entrevistada por Chris Anderson e foi enfática ao confirmar a informação: “Dentro de uma década, com certeza. Isso definitivamente vai acontecer”

A proposta é ter um foguete capaz de transportar até 100 tripulantes de forma veloz como não se vê hoje. Em sua apresentação de setembro, Musk deu o exemplo de que o veículo poderia levar as pessoas de Nova Iorque a Londres em 29 minutos. Uma viagem entre os dois países atualmente demora ao menos 6 horas e meia em um voo direto.

De acordo com a presidente, o pouso precisaria acontecer ao menos 10 quilômetros distante de um centro urbano. Ainda, ela acredita que o custo disso seria em milhares de dólares para uma viagem transoceânica. “Eu investi pessoalmente nisso,” ela disse, “porque eu viajo muito e não gosto de viajar. E adoraria ver meus clientes em Riyadh, sair de manhã e voltar a tempo de fazer o jantar”.

A presidente não apresentou detalhes sobre como uma viagem tão rápida custaria tão barato em comparação com o que se tem hoje. Em um vídeo que Musk apresentou em setembro, o foguete apelidado de “Big Fucking Rocket” (foguete grande para caramba, em tradução livre) levaria uma espaçonave para fora da atmosfera e faria o trajeto chegando a velocidades acima de 28 mil quilômetros por hora.

Embora Musk tenha falado que tanto o foguete quanto a nave seriam apenas teóricos na apresentação, no início deste ano a SpaceX comprovou que consegue enviar uma grande carga para fora da atmosfera e ainda trazer os foguetes novamente para a Terra de forma segura, barateando os custos do envio.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta