ZTE não poderá adquirir componentes de empresas dos EUA por 7 anos

A ZTE está impedida de adquirir componentes de qualquer empresa sediada nos Estados Unidos durante sete anos. A penalidade é resultado de uma sanção imposta pelo país norte-americano ao Irã, que teria sido violada pela ZTE quando ela vendeu tecnologia dos EUA para o país asiático.

Apesar de ser originária da China, a ZTE tem sede nos Estados Unidos e é por isso que a sua negociação com o Irã foi considerada uma violação pelas autoridades estadunidenses. De acordo com a Reuters, a situação pode ser bem complicada para a fabricante, visto que companhias dos EUA fornecem, atualmente, entre 25% e 30% de todos os componentes usados por ela em seus smartphones.

“Se a companhia não for capaz de solucionar [essa situação], ela pode muito bem ficar fora dos negócios. Muitos bancos e empresas, mesmo de fora dos Estados Unidos, não vão querer negociar com ela”, afirmou o ex-subsecretário de comércio dos Estados Unidos Eric Hirschhorn à Reuters.

Além da proibição, a ZTE também foi obrigada a pagar uma multa de US$ 890 milhões. As sanções impostas pelas autoridades dos EUA incluem ainda a demissão de quatro empregados antigos da empresa e a repreensão de outros 35, com direito a redução de bônus e tudo. Apesar de garantir já ter demitido o quarteto, a fabricante afirma que ainda não aplicou as demais punições a seus funcionários.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: