Donald Trump está em pé de guerra com a Amazon

Donald Trump ordenou, na semana passada, uma revisão das finanças do Serviço Postal dos Estados Unidos (USPS). Para o presidente, a organização está perdendo bilhões de dólares graças a contratos desvantajosos. O nome da Amazon não foi citado, mas sabe-se que Trump considera a companhia de Jeff Bezos a principal responsável por isso.

Donald Trump

Talvez o presidente dos Estados Unidos tenha uma preocupação real com a saúde financeira do USPS, mas já não é novidade que ele e Jeff Bezos não se dão bem. Para Trump, desde a campanha presidencial que o fundador da Amazon usa o Washington Post (jornal comprado por Bezos em 2013) para prejudicá-lo.

De fato, o jornal tem publicado reportagens com críticas ou denúncias referentes à administração de Donald Trump. Só para dar um exemplo, uma delas diz que o presidente teria revelado informações secretas sobre o Estado Islâmico a Sergey Lavrov, Ministro das Relações Exteriores da Rússia.

O efeito disso é que a relação entre Jeff Bezos e Donald Trump só piora. É nesse ponto que o USPS aparece: a empresa tem um contrato confidencial com a Amazon para fazer entregas em grande volume desta. Mas, para o presidente dos Estados Unidos, os valores pagos são baixos e devem ser aumentados.

Jeff Bezos. Foto por Steve Jurvetson/Flickr

No entanto, analistas que acompanham o cenário político e econômico dos Estados Unidos enxergam nesses esforços uma tentativa de retaliação à Jeff Bezos. Tweets publicados por Donald Trump nos últimos meses reforçam essa possibilidade. Mais de uma vez ele acusou a Amazon de pagar menos impostos do que deveria e, principalmente, causar prejuízo ao serviço postal.

A situação financeira do USPS não é mesmo das mais tranquilas. Mas, para analistas, a crise enfrentada pela empresa é resultado de uma série de fatores, não uma consequência direta do contrato com a Amazon. Na verdade, especialistas da área dizem até que, por conta do seu volume diário de entregas, a companhia estaria ajudando a manter o USPS.

Mas Trump não se dá por convencido. A ordem para criação de uma força-tarefa para revirar os números financeiros do USPS é vista com uma tentativa do presidente de encontrar informações que sustentem a sua afirmação de que a Amazon está pagando valores muito baixos pelas entregas e, consequentemente, causando prejuízos ao serviço postal.

A força-tarefa tem prazo de 120 dias para entregar os resultados da revisão. Já o atrito entre Trump e Bezos não tem data para acabar.

Com informações: The Verge.

Donald Trump está em pé de guerra com a Amazon

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *