No Piauí, homem compartilha “gemidão do WhatsApp” e vai parar no tribunal

Um morador da cidade de Pio XI, no sul de Piauí, foi processado depois de compartilhar a clássica brincadeira do “gemidão do WhatsApp”. O internauta, identificado como Rogério Antão, propagou um vídeo que apresentava uma imagem estática da prefeita local, Regina Coeli (PSB), com o áudio tocando ao fundo. Ofendida, Regina decidiu levar o caso à justiça e conseguiu fazer com que Rogério fosse condenado.

Conforme a decisão do juiz José Eduardo Couto de Oliveira, o engraçadinho foi obrigado a gravar um vídeo de retratação pedindo desculpas pela brincadeira. De acordo com o documento divulgado, o piauiense teria que dizer o seguinte: “Meu nome é Rogério Antão e quero aqui me retratar da postagem ofensiva que fiz a prefeita Regina, pedindo as minhas mais sinceras desculpas e me comprometendo a respeitá-la”.

Infelizmente, o clipe não foi divulgado ao público — a ordem apenas obrigava o réu a compartilhá-lo no mesmo grupo em que enviou o piadinha indevida. Procurado pelo G1, Rogério afirmou, por meio de seu advogado, que cumpriu o que foi acordado durante a audiência e não deseja mais se pronunciar a respeito do assunto.

(Reprodução: G1)

Já a prefeita resolveu deixar claro que não entrou com a ação por causa de seu cargo, mas sim por ter se sentido pessoalmente ofendida. “Entrei como cidadã, porque achei que fui exposta por isso e não pelo fato de ser prefeita. Se ele tivesse feito uma crítica à administração, mas eu fui atingida enquanto pessoa”, comentou.

Lição do dia: tome cuidado ao trollar seus amigos na internet.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta