Coreia do Sul multa companhias de games por enganar jogadores em lootboxes

Na semana passada, diversas desenvolvedoras de games sul-coreanas foram multadas em um valor que totaliza quase US$ 1 milhão (R$ 3,4 milhões) por conta de problemas em caixas de loot, segundo o The Korea Herald e o site Polygon.

Basicamente, as multas ocorreram porque as empresas não foram claras nas chances de “vitória” ou na taxa para ganhar os itens de cada caixa, algo que foi interpretado como uma forma de ludibriar os jogadores. Segundo o veículo, três empresas foram multadas no que foi considerado “a maior quantia já penalizada” por violações em atos de comércio eletrônico da Coreia do Sul.

A primeira empresa, a Nexon Korea, foi a que mais sofreu com as penalidades, totalizando US$ 885 mil (R$ 3 milhões); em sequência, temos a Netmarble Games (que inclusive tem alguns jogos distribuídos no Brasil) com US$ 56 mil em multas (R$ 190 mil), e por último a NExtFloor, que terá que pagar US$ 4,7 mil (R$ 16 mil). Todas as penas foram determinadas pela The Korean Fair Trade Commission (FTC).

Lootbox

Segundo a FTC, todas as companhias fizeram os jogadores acreditarem que tinham chances altas de ganhar prêmios em caixas de loot. Segundo o Polygon, a Nexon Games dizia que os prêmios eram aleatórios, mas as chances de ganhar eram apenas de 0,5%.

Não é a primeira vez que as caixas de loot são taxadas como jogo e azar e o debate ainda vai longe sobre o assunto. Sem dúvidas, algumas empresas possuem políticas bem danosas ou prejudiciais aos usuários, passando longe do objetivo real. Qual a sua opinião sobre o assunto?

Coreia do Sul multa companhias de games por enganar jogadores em lootboxes via Voxel

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *