Presidente de time de futebol português suspende 19 jogadores via Facebook

O clube de futebol português Sporting passou por uma semana complicada envolvendo protestos no Instagram e a suspensão de quase todos os jogadores do elenco principal via Facebook. Tudo começou após a derrota por 2 a 0 para o Atlético de Madrid, em jogo válido pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Apesar de a equipe ainda ter a chance de reverter o placar no jogo de volta, o resultado foi a gota d’água para o estouro de uma crise geral.

Na noite de quinta-feira (5), o presidente Bruno de Carvalho publicou no Facebook um texto criticando duramente o elenco pela derrota e chegando a citar alguns jogadores pelo nome. A atitude não pegou nada bem entre os atletas, que tentaram sem sucesso marcar uma reunião com o dirigente para discutir os problemas. Já que não conseguiram o encontro, os jogadores decidiram responder as críticas também através das redes sociais. Eles utilizaram o Instagram para revelar as insatisfações com o trabalho do presidente e criticar a forma como Bruno de Carvalho conduziu a situação.

Um print de texto.Texto publicado pelos jogadores do Sporting no Instagram.

A discussão continuou na internet, com o presidente fazendo mais uma postagem no Facebook, na qual chamava os atletas de “crianças mimadas” e dizia que “minha paciência se esgotou para quem acha que está acima do clube e de qualquer crítica”. Disse ainda que suspenderia todos os 19 jogadores que postaram o texto anterior no Instagram. Os dois únicos atletas que foram escalados mais de 20 vezes na temporada e não estavam na lista — Bas Dost e Mathieu — não usam a rede social.

Um print de texto.Publicação no Facebook de Bruno de Carvalho, presidente do Sporting.

Inicialmente, o Sporting usaria o time B na próxima rodada do Campeonato Português, mas o clube acabou cancelando a suspensão dos jogadores um dia antes da partida, que aconteceu no último domingo (8). A equipe venceu o Paços de Ferreira por 2 a 0 e chegou à terceira posição na tabela em um jogo marcado por protestos dos torcedores contra Bruno de Carvalho.

O presidente excluiu ou limitou o acesso às publicações dele no Facebook e, nesta segunda-feira (9), anunciou que não iria mais usar a rede social para falar sobre o clube. “Se o Sporting CP fica mais forte desta forma, seja feita a vontade da maioria”, escreveu.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: