Facebook admite que escândalo de privacidade o fez perder anunciantes

Como já era de se esperar, o escândalo de privacidade que o Facebook enfrenta neste momento pegou onde mais dói – o bolso. A diretora de operações da rede social, Sheryl Sandberg, admitiu que a empresa perdeu anunciantes por conta das revelações de uma gigantesca brecha que levou à obtenção de dados de mais de 80 milhões de usuários em todo o mundo.

A executiva não falou em números específicos, mas afirmou que “alguns” dos anunciantes da plataforma interromperam suas campanhas de propaganda na rede social. Aparentemente, porém, esse reflexo não veio como uma surpresa já que, de acordo com Sandberg, as conversas com clientes de publicidade fazem parte dos esforços de recuperação de confiança que a empresa vem realizando nas últimas semanas.

Apesar disso, todos sabem que a volta à velha forma deve acontecer no longo prazo. Diante do escândalo envolvendo as ações da Cambridge Analytica, o Facebook dobrou sua equipe de segurança de 10 mil para 20 mil pessoas. Enquanto isso, a redução na coleta de dados por terceiros e o cerco mais fechado a eles, com certeza, trarão quedas no faturamento da companhia.

Porém, ela acredita que as mudanças que estão em curso virão para o bem. Sandberg trouxe para si parte da responsabilidade sobre os incidentes recentes e disse que, como diretora de operações, não agiu rápido o suficiente com seu time. Na visão dela, a partir de agora o Facebook não mais aborda problemas como isolados, da maneira que fazia no passado, e está enxergando melhor as questões sistêmicas que precisam ser enfrentadas, seja em termos de privacidade ou outros tópicos frequentemente comentados.

A ideia é que, no futuro, a rede social estará melhor do que jamais foi e, com isso, os dólares de propaganda continuarão a chegar. As declarações da executiva, no entanto, servem ao mesmo tempo como um alerta para usuários, de que o trabalho está sendo feito, e acionistas e investidores — para estes, o alerta é de que tempestades estão a caminho, mas dias melhores virão.

Até lá, porém, mais problemas devem ser encontrados, mas Sandberg diz que a companhia está mais preparada do que nunca para enfrentá-los. Segundo ela, o que muda, agora, é a postura de sempre avisar e tomar atitudes rápidas diante de falhas, principalmente se elas afetarem diretamente os usuários. Mesmo assim, ela admite: “Será um longo processo”.

Fonte: Blomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *