Update do macOS causa problemas com monitores externos e irrita usuários

Liberada no fim de março pela Apple, atualização 10.13.4 para sistema dos Macs causou problemas com tecnologia de conexão da DIsplayLink.


Imagem: Apple/divulgação

Liberado em 29 de março pela Apple, o macOS 10.13.4 causou problemas no DisplayLink, a tecnologia da fabricante de mesmo nome que permite que diversos monitores sejam conectados a um computador, geralmente por meio de um conector de hardware, via USB, Ethernet ou mesmo Wi-Fi. Companhias como Dell, HP e Kensington vendem docks que utilizam essa tecnologia.

Quando os usuários de Mac viram telas em branco, tomaram os fóruns de discussão da Apple para reclamar sobre a questão. Muitos deles trabalham em escritórios com docks para os seus Macs, cujos monitores não mostravam mais nada. 

“Tenho um grande número de Macs que não posso permitir que implementem esse upgrade na minha empresa porque irá causar grandes problemas de suporte”, afirmou em 30 de março o usuário BradSP, que descobriu o problema antes de baixar o macOS 10.13.4. “Tenho usado um dock há seis meses com 3 monitores sem nenhum problema. Tudo funcionava bem até upgrade”, reclamou o usuário JPyre no mesmo tópico de discussão no fórum.

Algumas pessoas revelaram no fórum que tinham voltado ao macOS 10.13.3 a partir de backups, mas não estavam certas sobre como proceder, uma vez que não instalar o 10.13.4 – e os updates depois desse – significava deixar as vulnerabilidades de segurança sem correções. 

A DisplayLink também não ajudou muito. “Temos consciência que instalar o macOS 10.13.4 vai fazer com que as telas conectadas via DisplayLink fiquem em branco após o upgrade do sistema, com o driver atual DisplayLink (4.1) instalado”, afirmou um usuário identificado como “Wim”, que seria gerente de produtos da companhia.

“Funcionalidades como Ethernet e áudio, quando implementadas, continuam funcionando. Alertamos a Apple sobre esse problema e estamos trabalhando duro para encontrar uma solução. Esses recursos continuam funcionando como esperado na versão 10.13.3.”

Como uma solução parcial, a DisplayLink liberou uma versão preview do seu driver de software mais recente, chamada de 4.3, para o macOS. Esse driver só permite o chamado modo “clone” – em que um display externo duplica a tela principal do Mac, sem controles, como resolução – mas deixa os modos mais populares “extended” e “mirror” quebrados. No macOS, o modo “extended” reúne múltiplos monitores em um único display virtual.

Outras fabricantes, como a Plugable Technoglogies, que fabrica uma variedade de docks, também alertaram os usuários a ficarem longe do update 10.13.4 do macOS. “Para os usuários avançados, reinstalar o macOS 10.13.3 e os drivers necessários da DisplayLink devem restaurar a funcionalidade. No entanto, esse é um processo complexo e demorado que não é para todo mundo.”

Além do fórum da Apple, os donos de Mac também correram até o site da DisplayLink para reclamar sobre o problema. Enquanto alguns apontaram que a empresa deveria ter acompanhado os previews do macOS 10.13.4 disponibilizados pela Apple, outros direcionaram sua raiva contra a Apple.

via IDG Now!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *