Steve Wozniak critica Facebook e diz que empresa transforma usuários em produtos

Steve Wozniak é a mais nova personalidade do mundo da tecnologia a se unir ao movimento #DeleteFacebook. Em declarações feitas a um jornal americano, o co-fundador da Apple afirmou ter deletado seu perfil pessoal na rede social e criticou duramente a empresa, repetindo, inclusive, alguns comentários feitos por Tim Cook, que é CEO da Maçã.

Para Wozniak, o maior problema da plataforma criada por Mark Zuckerberg é a transformação de usuários em produtos. Grande parte do faturamento da companhia é oriundo de publicidade, cujo principal motor é, justamente, o banco de dados de informações pessoais que os utilizadores entregam de bom grado à companhia.

O co-fundador da Apple continuou, dizendo que preferia pagar para usar o Facebook, e assim ter seus dados pessoais seguros, do que entregá-los como moeda de troca. Na visão dele, os utilizadores não recebem nenhum dos benefícios obtidos pelo Facebook com a entrega de seus dados, enquanto a empresa, em si, fica com todas as vantagens.

Por fim, Wozniak ecoou os comentários de Tim Cook, CEO da Apple, afirmando que problemas como o escândalo envolvendo o mau uso de dados pela Cambirdge Analytica jamais aconteceria na fabricante. Isso se deve, justamente, ao fato de a empresa não monetizar seus usuários, e sim, seus produtos como computadores e smartphones.

Na visão do co-fundador da Apple, as pessoas compram equipamentos Apple por conta de sua qualidade e por saberem que estão seguras. Seus dados pessoais não são coletados pela empresa nem utilizados como moeda de troca para fins de publicidade, o que faz com que a companhia jamais se veja como parte de escândalos desse tipo.

No início do mês, Zuckerberg respondeu duramente às afirmações de Cook, refutando a relação direta de que a cobrança por produtos implica, automaticamente, em mais privacidade para os usuários. Ele disse que essa ideia é como a “síndrome de Estocolmo” e que, na verdade, essa ligação resulta em menos acesso à tecnologia pela população mais carente e atrasos no desenvolvimento, por conta de patentes e royalties pesados sobre inovações registradas.

O fundador do Facebook também foi além, taxando como ridículas as afirmações de Cook e dizendo que a confiança vem de um bom trabalho feito junto a clientes e usuários, e não a partir do pagamento. A rede social, porém, não se pronunciou sobre a fala de Wozniak, apesar de que seu teor parecido também deve resultar em resposta semelhante.

Fonte: USA Today

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *