Série da Amazon sobre O Senhor dos Anéis deve ter cinco temporadas e custar US$ 1 bilhão

Gastar cifras bilionárias é uma estratégia que a Netflix vem adotando com sucesso, portanto, não é de se estranhar que a Amazon siga pelo mesmo caminho para tornar o Prime Video mais forte. O que surpreende é a disposição da companhia de gastar US$ 1 bilhão em uma só obra. Bom, talvez a quantidade de temporadas justifique: a série baseada em O Senhor dos Anéis deverá ter cinco.

O Senhor dos Anéis

Vale relembrar que, no final do ano passado, a Amazon adquiriu os direitos para produzir a série. O valor desembolsado foi elevado: depois de muitas negociações, a Amazon concordou em pagar US$ 250 milhões pelo licenciamento. Aparentemente, houve uma disputa pelos direitos com HBO e Netflix, o que ajuda a explicar um montante tão alto.

Mas esse valor foi só o começo: de acordo com o Hollywood Reporter, a Amazon prevê gastos de pelo menos US$ 1 bilhão com a produção. Os planos podem mudar, mas, de acordo com informações obtidas pelo veículo, a série terá cinco temporadas com, no mínimo, dez episódios de uma hora cada.

Os custos dizem respeito à remuneração dos atores e das equipes de produção, da criação dos efeitos especiais e por aí vai. Obviamente, a Amazon não quer produzir uma série com qualidade técnica inferior na comparação com os filmes de O Senhor dos Anéis e O Hobbit. Não por acaso, parte dos episódios deverá ser rodada na Nova Zelândia, onde as adaptações para o cinema foram gravadas.

O Senhor dos Anéis

A Amazon não vai vai entrar nessa sozinha. A produção da série terá apoio da editora HarperCollins, que ajudará com detalhes a respeito dos livros, da New Line Cinema, que está por trás das adaptações para o cinema, e a Tolkien Estate, que controla direitos sobre obras de J.R.R. Tolkien.

O elenco ainda não foi definido, mas pode ter certeza que grandes nomes de Hollywood serão sondados. Por ora, há informação de que Peter Jackson, cineasta que dirigiu os filmes de O Senhor dos Anéis e O Hobbit, está em negociação, por meio do seu advogado, para atuar como produtor executivo da série. Ter alguém tão íntimo das adaptações cinematográficas pode fazer toda a diferença.

Ainda há poucas informações a respeito, mas fala-se que a série será ambientada na Terra Média em uma época que precede o primeiro livro da saga, A Sociedade do Anel. A ideia é explorar principalmente acontecimentos e personagens pouco retratados nos filmes e livros, ou seja, não haverá uma mera releitura do que foi mostrado no cinema.

Gandalf

As críticas sobre basear uma série na obra de Tolkien não foram poucas, detalhe que deixa claro que a Amazon vai ter que trabalhar muito para agradar. Há quem tema, por exemplo, que essa seja uma exploração excessiva da saga, capaz inclusive de descaracterizá-la.

De todo modo, a Amazon já superou um dos maiores desafios: comprar os direitos. Matt Galsor, experiente advogado da Greenberg Glusker, empresa que intermediou as conversas, disse nunca ter visto uma negociação tão complicada como esta.

Não há previsão de estreia. Mas a Amazon planeja iniciar a produção dentro de dois anos.

Série da Amazon sobre O Senhor dos Anéis deve ter cinco temporadas e custar US$ 1 bilhão

via Tecnoblog

Deixe uma resposta