Projeto Hyperloop One continua mesmo após problemas no conselho da empresa

Quem pensava que o projeto “Virgin Hyperloop One” seria suspenso ou cancelado porque a um dos membros do seu conselho foi preso por fraude e desvio de fundos na Rússia está enganado. A empresa apresentou dias atrás o mais recente protótipo do empreendimento futurista para o príncipe herdeiro da Arábia Saudita.

O projeto é engenhoso, mas já está em produção há algum tempo. Com o objetivo de tornar o deslocamento entre locais mais rápido, o veículo trafega por dentro de um tubo, chamado de “Hyperdrive”. A companhia afirma que uma viagem das fronteiras da Arábia Saudita até Abu Dhabi pode diminuir de 8,5 horas para 48 minutos.

Entenda o escândalo

A dúvida gerada em relação à continuidade do projeto foi causada pela prisão do bilionário Russo Ziyavudin Magomedov, membro do conselho do projeto. Atualmente, ele está detido, mas já entrou com uma apelação negando as acusações.

Além dele, outros membros se retiraram do conselho, como o Jim Messina, ex-assessor de Barack Obama, Peter Diamandis, fundador do X Prize, e Jim Rosenthal, ex-executivo do Morgan Stanley. Segundo Ryan Kelly, porta-voz do projeto, as mudanças já estavam em andamento há algum tempo e não estão diretamente relacionadas à prisão de Magomedov.

Mesmo com o escândalo, a equipe continua trabalhando e pretende começar a testar o veículo supersônico em breve. Provavelmente, os experimentos vão acontecer em Nevada, local onde o protótipo foi apresentado.

E aí, você aceitaria viajar em um veículo supersônico dentro de um tubo fechado? Deixe a sua opinião nos comentários.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: