Isao Takahata, cofundador do Studio Ghibli, morre aos 82 anos

O cofundador de um dos estúdios mais aclamados de animação, a Ghibli, faleceu nesta sexta-feira (6) em um hospital em Tóquio, no Japão. Isao Takahata, de 82 anos, já tinha um histórico de saúde debilitada devido a um problema cardíaco que o fez desacelerar o ritmo de vida no último ano.

O produtor, diretor e animador iniciou sua carreira em 1959, quando ingressou na Toei Animation. E foi na renomada empresa de animação que ele conheceu seu colaborador de longa data e companheiro nas criações de longas animados, Hayao Miyazaki. Anos depois, em 1985, os dois se uniram com Toshio Suzuki para fundar o Studio Ghibli.

O Túmulo dos Vagalumes, de 1989, retrata a Segunda Guerra Mundial e dois órfãos que viveram nesta época (Imagem: Studio Ghibli)

Nausicaa do Vale do Vento (1985), O Castelo no Céu (1986) e O Tumulo dos Vagalumes (1989) foram alguns dos mais renomados trabalhos que contaram com a participação do cofundador do estúdio de animações. Este último trabalho, inclusive, é considerado uma obra-prima do cinema, retratando um drama devastador sobre dois órfãos durante a Segunda Guerra Mundial.

Entre 1991 e 2013, Takahata dirigiu Only Yesterday, Pom Poko, Meus Vizinhos, os Yamadas e O Conto da Princesa Kaguya, que foi indicado ao Oscar de Melhor Animação em 2015. Takahata continuou trabalhando até 2016; depois disso, uma doença cardíaca começou a atormentá-lo.

Fonte: BBC, Kotaku

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta