Novo site permite testar o Fuchsia, possível substituto do Android

A Google vem desenvolvendo um sistema operacional chamado Fuchsia OS há um bom tempo, e nós já vimos algumas demonstrações de como esse software funciona no Pixelbook, por exemplo. Contudo, esse SO foi desenvolvido para se adaptar a qualquer formato de dispositivo, seja tablet, notebook ou smartphone. Se você ficou curioso, esse site aqui permite “testar” o sistema diretamente no navegador do seu smartphone ou computador atual.

Naturalmente, o site não roda o Fuchsia de fato, mas apenas simula a sua interface, de acordo com o que já vimos na internet sobre a plataforma. Por conta disso, não há muito o que fazer além de dar umas clicadas, arrastar algumas coisas e dar o fora. É mais um site contemplativo, que pode dar o primeiro gostinho do que pode ser substituto do Androidem algum momento.

fuchsia

Por enquanto, o Fuchsia é tratado pela Google como um projeto experimental, mas é possível perceber que essa plataforma pode ser mais que isso. A empresa criou um kernel do zero para esse sistema, a fim de deixar o do Linux para trás e está trabalhando para tonar os serviços Google parte central desse novo SO. Ainda assim, essa experiência 100% Google é uma plataforma de código aberto em desenvolvimento público. Isso quer dizer que a empresa não está escondendo nada, mas também não dá nenhuma informação extra sobre o que o Fuchsia pode representar.

É interessante notar ainda que a empresa liberou recentemente a sua plataforma de programação conhecida como Flutter, que está sendo anunciada como a principal forma de programar para Android nos próximos anos. Curiosamente, todos os apps para o Fuchsia serão feitos em Flutter também. Dessa maneira, se um dia a Google resolver abandonar o Android em favor do Fuchsia, a empresa está esperando ter uma boa base de apps já construída na Play Store. Assim, a novidade já chegaria ao mercado com o pé direito.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

2 respostas para “Novo site permite testar o Fuchsia, possível substituto do Android”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *