“Ainda não morreram”, diz Valve sobre as Steam Machines

Nesta terça-feira (3), foi noticiado que a Valve teria removido a seção das Steam Machines, PCs baseados em Linux voltados para games, da página oficial do Steam, dando a entender que estaria pensando em dar um fim ao projeto que há muito tempo não recebe novos anúncios.

Para esclarecer esse assunto, Pierre-Loup A. Griffais, funcionário da Valve, admitiu que embora as Steam Machines não estejam vendendo muito bem, os equipamentos ainda se encontram disponíveis em uma seção específica da loja, Também foi dito que a companhia continua se esforçando para criar uma plataforma de jogos que seja voltada exclusivamente para o público gamer:

“Enquanto é verdade que as Steam Machines não estão exatamente sumindo das prateleiras, nossas razões para seguir em frente com uma plataforma de games aberta e competitiva não mudaram significativamente. Ainda estamos trabalhando duro para fazer dos sistemas operacionais Linux um excelente lugar para jogos e aplicativos. Achamos que, no fim das contas, isso resultará em uma experiência melhor tanto para desenvolvedores quanto consumidores, incluindo aqueles que não estão no Steam”

Griffais também aproveitou a ocasião para destacar os avanços e melhorias da API gráfica Vulkan, que já está disponível para os sistemas operacionais Windows, macOS e Linux, bem como na plataforma móvel iOS:

“Acreditamos que uma parte importante deste esforço é nosso investimento contínuo em tornar a Vulkan em uma API gráfica competitiva e com um bom suporte, assim como garantir que ela tenha apoio de primeira nas plataformas Linux.”

Apesar de a companhia deixar claro que ainda está se dedicando ao Steam OS, o futuro das Steam Machines ainda é incerto, considerando que não houveram muitas menções ou novidades sobre as máquinas nos planos da Valve.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta