Mais de 400 mil brasileiros foram afetados pelo vazamento do Facebook

Em uma atualização publicada hoje (04), o Facebook admitiu que, em vez de 50 milhões de pessoas, o escândalo da Cambridge Analytica afetou na verdade 87 milhões de pessoas globalmente. O volume de dados realmente compartilhado inapropriadamente com a consultoria britânica é 74% maior do que foi reportado inicialmente. Dentro desse novo universos de vítimas, 443 milhões eram brasileiras.

Os dados são do próprio Facebook, que fez uma grande investigação sobre o caso para entender como a consultoria foi capaz de obter tamanho volume de informações. Apesar de o número de brasileiros com seus dados vazados ser alto, nós estamos longe de ser um dos grupos mais prejudicados. Só nos EUA foram mais de 70 milhões de vítimas, 81% do total. Depois disso, Filipinas, Indonésia e Reino Unido foram os mais afetados.

facebookGráfico mostrando a quantidade de pessoas com dados vazados para a Cambridge Analytica por país

No mesmo comunicado, a empresa aproveitou para anunciar uma série de novidades que estão sendo implementadas na forma como apps de terceiros acessam os dados do Facebook e seus usuários. Os termos de serviço da rede social também foram reescritos com a intenção de deixar o texto mais compreensível e mais claro.

Vamos mostrar um link no topo do feed das pessoas para que elas possam acessar e ver os apps que usam — bem como a informação que compartilharam com esses apps

“Comando no dia 9 de abril, vamos mostrar um link no topo do feed das pessoas para que elas possam acessar e ver os apps que usam — bem como a informação que compartilharam com esses apps”, escreveu Mike Schroepfer, chefe de tecnologia no Facebook. Schroepfer também afirmou que o Facebook vai avisar todas as pessoas que tiveram seus dados compartilhados com a Cambridge Analytica.

facebook

Por conta desse vazamento massivo, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, vai comparecer ao congresso norte-americano e dar um depoimento sobre o caso no dia 11 de abril, a próxima quarta-feira. Não sabemos, contudo, que atitudes o senadores e deputados dos EUA pretendem tomar com relação ao vazamento.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *