Na Califórnia, Starbucks terá de avisar que café pode causar câncer

Os moradores da California que bebem o seu café diariamente poderão agora ser impactados com uma mensagem indigesta. O Tribunal Superior da Califórnia decretou que todas as companhias que vendem a bebida, incluindo a multinacional Starbucks, devem colocar etiquetas em seus produtos alertando os clientes sobre o risco de câncer.

O Estado mantém uma lista de substâncias químicas que considera possíveis causas da doença. Uma delas é a acrilamida, encontrada no café. Este foi o argumento usado pelo Conselho de Educação e Pesquisa sobre Tóxicos, uma organização nã- governamental, para processar as empresas que trabalham com café.

O maior problema está no fato de não sabermos exatamente se a acrilamida realmente faz mal à saúde. Em 2002, a substância foi considerada perigosa, mas em 2014 outro estudo colocou a informação em cheque e ficou definido que seriam necessárias mais pesquisas para chegar a uma conclusão definitiva. As cafeterias argumentam que a lista de substâncias cancerígenas do governo da Califórnia está desatualizada. A acrilamida também pode ser encontrada em batatas, biscoitos, pão, cereais matinais, azeitonas pretas enlatadas e suco de ameixa.

As empresas têm até 10 de abril para apresentar objeções e então o caso será encerrado. As multas poderão chegar a US$ 2.500 para cada cliente que frequentou o estabelecimento com frequência nos últimos oito anos. Imagina o prejuízo da Starbucks.

via Superinteressante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *