Amplify: Spotify lança projeto para dar voz a causas sociais e comunidades

Spotify acaba de lançar o Amplify, um projeto que quer contribuir para a visibilidade de causas sociais e comunidades. A ideia é apoiar artistas e coletivos que de alguma maneira são parte do debate sobre assuntos como a igualdade de gênero, os direitos LGBTQ, a imigração e a saúde mental. Em março, mês de estreia do projeto, o tema é o Mês Internacional da Mulher.

O Amplify pode ser acessado por meio de um site dedicado exclusivamente à iniciativa. Lá estão reunidos os links tanto para a playlist oficial do projeto, com 98 músicas e mais de 800 mil inscritos, quanto para coleções específicas de faixas e gêneros musicais criadas de acordo com interesses como Mulheres na Cultura, Movimentos e Ícones.

1

De acordo com o Spotify, a playlist central do Amplify será atualizada semanalmente, sempre respeitando o tema de cada período. Neste mês, em que as mulheres são as homenageadas, a lista contempla estrelas das mais diferentes nacionalidades, como Nigéria, Marrocos, Rússia e Guatemala, representando os mais distintos gêneros musicais.

Brasil não ficou de fora

Inicialmente, o projeto está direcionado aos usuários do serviço nos Estados Unidos e no Canadá, mas o público brasileiro não ficou totalmente de fora da novidade. Quem quiser conhecer as listas dedicadas exclusivamente às artistas brasileiras pode visitar o site oficial do projeto e navegar por seções como Mulheres do Brasil, Só as Minas, Rainhas do Sertanejo e Mulheres do Gospel.

2

O projeto também dedicou atenção especial às mulheres latino-americanas. Na seção Viva Latino, o serviço deve disponibilizar conteúdo exclusivo com artistas como Demi Lovato e Becky G. 

O conteúdo do Amplify e do Viva Latino pode ser encontrado no menu Navegar, do Spotify, ou pelos links oficiais, listados ao longo deste texto, bem como pela busca no site ou no app do serviço.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *