Cataki, o “Tinder da reciclagem” recebe prêmio por inovação

Um aplicativo chamado Cataki, disponível para Android e iOS, foi reconhecido na semana passada com o prêmio de inovação do fórum Netexplo, que é concedido anualmente para projetos de tecnologia com maior impacto social e nos negócios.

A ferramenta sem fins lucrativos funciona essencialmente como um “Tinder da reciclagem”. Pessoas que precisam descartar materiais recicláveis — tais como móveis velhos, eletrônicos antigos, entulho e restos de poda — podem encontrar catadores independentes disponíveis para transportar esses materiais. Essas pessoas farão o descarte adequado do lixo, destinando-o a locais apropriados ou para reciclagem.

O app é uma forma alternativa de aumentar a renda dos catadores com um benefício ambiental sem preço

“Lutamos pelo reconhecimento dos catadores de lixo, que são verdadeiros agentes ambientais. O app é uma forma alternativa de aumentar a renda dos catadores com um benefício ambiental sem preço”, comentou o grafiteiro ativista Mundano, idealizador do Cataki, durante a cerimônia de premiação na sede da Unesco, em Paris.

Ao todo, já são mais de 300 catadores registrados em mais de 30 cidades brasileiras. Como a ferramenta é destinada a uma população vulnerável, ela não requer que os catadores tenham um smartphone sempre consigo. O usuário procura uma pessoa nas proximidades para fazer o descarte de determinado material e, quando encontra alguém, acessa os contatos do catador para fazer uma ligação.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ueRAwev8JT8?start=0]

O Cataki propõe um contato real, permitindo que pessoas de diferentes classes sociais conversem sobre um problema comum

“Como se trata de uma população muito vulnerável que ainda sofre com a exclusão digital, nós pensamos num conceito colaborativo que não demandaria muita tecnologia e sem nenhuma barreira de entrada”, explica Breno Castro Alves, coordenador do projeto. “O Cataki propõe um contato real, permitindo que pessoas de diferentes classes sociais conversem sobre um problema comum”, conclui.

Nesse contato inicial, data e hora do serviço são agendados, e os catadores combinam com seus clientes o preço adequado para a realização do transporte do material.

Os idealizadores do app arrecadaram R$ 160 mil para desenvolver a ferramenta e inscreveram seu projeto no prêmio de inovações tecnológicas do Netexplo, um observatório independente de estudos sobre o impacto de tecnologias na sociedade e nos negócios, parceiro da Unesco. Segundo a Deutsche Welle, mais de dois mil projetos de várias partes do mundo foram avaliados pela comissão do Netexplo, e o Cataki foi o vencedor.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *