Robô da Boston Dynamics já sabe abrir e segurar a porta para outro robô passar

Há quem acredite que, ao aliarmos robôs à inteligência artificial, já demos o primeiro passo rumo ao futuro apresentado pelos filmes da série Exterminador do Futuro, com a Skynet tomado forma a cada novo dia. Se você faz parte desse grupo, a Boston Dynamics anunciou uma novidade que vai deixar você de cabelo em pé: em um vídeo publicado no YouTube, a empresa de robótica mostrou que seu robô quadrúpede SpotMini já é capaz de abrir portas e segurá-las para que outros robôs sem essa capacidade passem por elas.

Apesar de o vídeo não fornecer nenhum insight do que acontece na "caixola" da máquina, é possível perceber e afirmar algumas coisas a partir do que é visto. Mesmo que abrir uma porta seja algo natural para todos nós, o processo exige um nível de inteligência absurda do robô, que precisa identificar a porta, pegar na maçaneta e então abrir a porta.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=fUyU3lKzoio?rel=0&hd=0]

Como se isso não fosse suficiente, o SpotMini precisa ser capaz de identificar se há outros robôs ao seu redor e se eles são capazes de abrir a porta ou não para, só então, decidir se vai segurar a porta ou não. Em caso positivo, ele tem de ser capaz de manter a porta aberta para que outro robô consiga passar por ela e, na sequência, passar por ela e fechá-la sozinho.

Além de assustador, o vídeo impressiona por mostrar a agilidade do braço do robô e como ele consegue manter o equilíbrio enquanto executa todos esses procedimentos.

A Boston Dynamics já mostrou outro robô fazendo algo extraordinário — e que muitos de nós jamais seríamos capazes de fazer. Em novembro de 2017, a empresa incrementou as habilidades do robô Atlas e mostrou ele dando saltos mortais para trás — o famoso backflip.

John Connor nos dias atuais: se ele continuar assim, certamente estaremos perdidos caso haja a revolução da Skynet
John Connor nos dias atuais: se ele continuar assim, certamente estaremos perdidos caso haja a revolução da Skynet (Imagem: Reprodução)

A julgar pela velocidade com que os robôs da empresa estão evoluindo, é seguro dizer que em breve teremos de recorrer ao nosso salvador, John Connor — isso se ele estiver bem daqui para lá; do contrário, estaremos perdidos!

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *