HomePod está quase esgotado na pré-venda da Apple, um dia antes do lançamento

A Apple vai lançar o HomePod, seu speaker inteligente, somente amanhã (9), mas a pré-venda do produto já está praticamente esgotada. As estimativas de entrega de pedidos nos Estados Unidos mudaram de amanhã para terça-feira (12), mostrando que o estoque do speaker precisa ser reabastecido.

Isso falando da loja virtual da Maçã, mas o HomePod estará disponível em redes de varejo para quem não conseguir comprá-lo no e-commerce oficial. Um motivo para que os consumidores já tenham se antecipado, reservando suas unidades, são as notícias quanto ao lançamento que saíram desde a semana passada, revelando recursos do produto, bem como sua alta qualidade sonora.

E, ainda que o HomePod somente possa ser desfrutado na íntegra por usuários de serviços da Apple, como o Apple Music, o sucesso da pré-venda mostra que os usuários estão apostando alto na qualidade do gadget, mesmo que seu público potencial seja limitado (afinal, mais pessoas se interessaram em comprar o produto caso ele fosse compatível com outros smartphones além do iPhone, além de ter suporte a serviços de streaming de músicas rivais, como o Spotify).

10 coisas que você pode ou não pode fazer com o HomePod

De acordo com quem já pôde testar o HomePod antes de seu lançamento, publicando resenhas por aí, o speaker tem coisas interessantes que podem influenciar a sua visão na hora de decidir qual comprar, se estiver em dúvida quanto ao produto da Apple ou um Google Home, por exemplo. Mas também há críticas negativas a seu respeito.

01) Você pode acelerar a reprodução de podcasts

Esse recurso é particularmente interessante para os ouvintes hardcore de podcasts, que consomem uma grande quantidade de conteúdos em um limite de tempo que pode parecer impraticável. Como isso é possível? Basta acelerar a reprodução do áudio!

E o HomePod conta com esse recurso, permitindo acelerar a reprodução em 1,5 ou 2 vezes. Ponto para a Apple, já que isso não rola com os speakers da linha Echo.

02) É muito fácil configurá-lo

Todo mundo que já usou dispositivos que se sincronizam com Bluetooth sabe bem como é chato quando o pareamento falha, ainda que aparentemente não esteja rolando nada de errado. Com o HomePod, basta manter o iPhone por perto com o Bluetooth ativo para que a configuração seja iniciada rapidamente.

Na tela do smartphone, aparecerão telas para que o usuário conecte todas as configurações do iCloud e Wi-Fi sem dor de cabeça.

03) Mas só dá para definir um timer de cada vez

Chefs de cozinha costumam contar com mais de um timer para acompanhar o preparo dos pratos ao mesmo tempo. E os speakers da Amazon e da Google pensaram nesse público, permitindo definir mais de um timer simultaneamente. Mas, por enquanto, isso não acontece com o HomePod (apesar de que a Maçã prometeu adicionar a funcionalidade em uma atualização de software).

04) Poucos serviços de terceiros integrados

O HomePod ainda não é capaz de chamar um Uber, ou pedir uma pizza, como acontece com a Alexa. Isso porque o aparelho é compatível com poucos serviços de terceiros, priorizando os da Apple, e a companhia de Cupertino não oferece transporte urbano ou serviços de delivery por conta própria. Mas quem sabe a empresa não entenda, em breve, que essa é uma necessidade dos usuários, que querem que seu speaker inteligente seja capaz de acionar um serviço paralelo usando comandos de voz.

05) O HomePod só reconhece a voz de um usuário

Um dos recursos mais úteis dos speakers concorrentes é a capacidade que eles têm de diferenciar vozes em uma mesma casa. Quando um usuário pede para que o speaker marque um compromisso em sua agenda, seu assistente identifica a voz, fazendo a marcação na agenda do usuário em questão.

Mas a Siri no HomePod ainda não é capaz de fazer isso, e o speaker suporta somente uma conta de iCloud, não permitindo cadastrar múltiplos usuários. Sendo assim, ele acaba sendo ideal para pessoas que moram sozinhas, ou em famílias e escritórios onde somente um membro usará o gadget.

06) Mas a Siri sabe qual dispositivo você quer acionar

Se você é um usuário ferrenho de produtos Apple, possuindo um iPhone, um MacBook, um Apple Watch e, a partir de agora, um HomePod, ao dizer em voz alta o comando "Hey, Siri!", em qual aparelho a assistente surgirá para atendê-lo?

A resposta é: aquele que ela julgar mais útil. Por exemplo, se você estiver com o Watch em seu pulso, e aproximar a mão de sua cabeça, ao dizer "Hey, Siri", ela entenderá que você deseja que o comando seja ativado no relógio inteligente. O mesmo acontece com outros dispositivos, de acordo com sua proximidade, e, se não estiver exatamente perto de nenhum, quem entra em ação é o HomePod.

07) Cuidado para seus amigos não estragarem seu Apple Music

Estragar pode ser uma palavra exagerada, mas, quando receber amigos em casa com seu HomePod na sala de estar, eles podem pedir para que o speaker reproduza músicas que não sejam exatamente do seu gosto, e isso pode influenciar nas recomendações que o serviço de streaming faz, personalizadas para você.

Mas a boa notícia é que é possível configurar o aplicativo Home para que ele não permita que músicas reproduzidas no HomePod afetem a seção "For You" do Music. Depois que a festinha acabar, é só desabilitar a função, se assim desejar.

08) Atenção à superfície onde posicionar o HomePod

Uma pessoa posicionou o speaker em uma mesa de madeira que foi revestida com um verniz, e, mesmo que o óleo já tivesse secado há tempos, o HomePod acabou deixando uma mancha circular na mesa em apenas 20 minutos de uso.

09) Não é bom colocar o HomePod em cima de um porta-copos

Pois é, sabe o usuário acima que teve sua mesa manchada pelo speaker? Ele, então, teve a ideia de posicionar o HomePod em um porta-copos, porque não queria deixar novas manchas em sua mesa. Foi quando ele descobriu que isso piorou a qualidade do áudio!

10) O HomePod está sempre te escutando

Na linha Echo e também nos Google Home, existe um botãozinho físico que serve para silenciar seus microfones, quando o usuário não quer que seu speaker esteja ouvindo tudo o que ele estiver falando. Mas esse botão é inexistente no HomePod, e a única maneira de silenciar o microfone do speaker da Apple é fazer esse pedido por meio de um comando de voz.

via Canaltech

Deixe uma resposta