Reforce sua segurança: 4 formas de navegar com mais privacidade na internet

Número de tentativas de invasões aos bancos de dados de companhias aumenta exponencialmente. Confira dicas que podem ajudá-lo a se resguardar


A internet revela-se a cada ano um espaço com maior risco para a privacidade das pessoas. Proliferam variadas tentativas para obter dados pessoais ou apenas sobre a atividade individual on-line. Mas há formas, simples de serem colocadas em prática, para se navegar na internet, com menor exposição a esses esquemas abusivos. Confira a seguir.

1. Use ligações VPN

A utilização de redes privadas virtuais (VPN, na sigla em inglês) é uma das melhores soluções para segurança e privacidade na internet. Tornaram-se mais fáceis de usar e configurar e têm um impacto muito pequeno na utilização diária do computador.

Uma VPN cifra os dados trocados entre o acesso e a internet. Somente o usuário e o serviço VPN acessam os dados. Há serviços, como os da Nord VPN que recorrem à práticas militares, para que nem os próprios fornecedores possam acessar aos elementos, elevando ainda mais as expectativas de privacidade.

Para muitos serviços, a configuração é fácil e implementá-los envolve praticamente apenas fazer o download do software cliente e instalá-lo como qualquer outro programa.

2. Resguardar os navegadores

Outra opção consistente para fortalecer a segurança na internet são os “plugins” concebidos para os browsers. Funcionam enquanto se está navegando para manter níveis de segurança e oferecer proteção face a entidades interessadas em monitorar a atividade de consumidores e obter dados pessoais ou outros elementos sobre a presença na internet.

O Ghostery é o principal exemplo desses plugins especializados. Assim como as VPN, são muito fáceis de usar e configurar e oferecem uma excelente camada de proteção que todos podem usar.

3. Mensagens instantâneas cifradas

Recorrer à cifra das mensagens instantâneas ou nas plataformas de conversação é uma ótima estratégia. Vários serviços já oferecem esse recurso, incluindo o WhatsApp, que oferece encriptação de ponta a ponta. Embora essa seja uma boa camada de segurança adicional, há indícios de que seja vulnerável a tentativas de intrusão.

A Signal esteve na vanguarda da adoção dos sistemas mais seguros de mensageria, oferecendo mensagens cifradas e até com suporte a chamadas de voz. Para se ter a certeza de que as conversas não são monitoradas, a Signal pode ser a melhor opção.

4. TOR ainda incontornável

O Onion Router, ou TOR, é um browser especificamente criado para deixar em anômino as atividades on-line. Ele passa a ligação de um site por vários nós localizados aleatoriamente por todo o mundo.

Quando o tráfego chega ao servidor do site pretendido, sua origem parece vir de um lugar diferente do real. O TOR tem várias camadas de segurança, passíveis de mudança e adaptação. Contudo, ao garantir maior segurança, oferece uma experiência de navegação mais lenta.

 

via IDG Now!

Deixe uma resposta