Apple revela por que removeu Telegram da App Store na semana passada

A Apple removeu o Telegram da sua loja de apps para iOS na semana passada, mas ninguém sabia exatamente o porquê de isso ter acontecido. O criador do mensageiro, Pavel Durov, chegou a colocar a culpa na Apple quando questionado no Twitter sobre o assunto e disse que a empresa havia removido seu app por conta de “conteúdo inapropriado”. Segundo informações reveladas hoje (05) pelo 9to5Mac, entretanto, o conteúdo era muito pior do que inapropriado: pornografia infantil.

O 9to5Mac teve acesso a um email no qual a Phil Schiller, responsável pela App Store na Apple, explica a situação. O veículo, em seguida confirmou a autenticidade do texto com a Apple. Em alguns parágrafos, Schiller comenta que a Maçã recebeu uma denúncia de distribuição de pornografia infantil no mensageiro e, imediatamente, tomou as ações necessárias. Confira o email na íntegra.

***

“Os apps do Telegram foram removidos da App Store porque a nossa equipe foi alertada sobre a circulação de conteúdo ilegal nos apps, especificamente pornografia infantil. Após verificarmos a existência desse conteúdo ilegal, nossa equipe tirou os apps a loja, alertou os desenvolvedores e notificou as autoridades responsáveis […].

A equipe da App Store trabalhou junto com os desenvolvedores para que o conteúdo ilegal fosse removido e para que os usuários que postaram esse conteúdo horrível fossem banidos. Somente após verificarmos que os desenvolvedores tomaram essas atitudes e colocaram mais controles para prevenir esse tipo de atividade ilegal é que os apps do Telegram foram colocados de volta na App Store.

Nós jamais permitiremos que conteúdo ilegal seja distribuído por apps da App Store e vamos tomar ações rápidas sempre que tivermos conhecimento de tais atividades

Nós jamais permitiremos que conteúdo ilegal seja distribuído por apps da App Store e vamos tomar ações rápidas sempre que tivermos conhecimento de tais atividades. Além do mais, temos tolerância zero para qualquer tipo de atividade que coloque crianças em risco — pornografia infantil está no topo da lista de coisas que nunca devem ser permitidas. É maléfico, ilegal e imoral.

Espero que vocês entendam a importância das nossas ações em não distribuir apps na App Store quando eles contenham conteúdo ilegal e em tomar ações rápidas contra qualquer um e qualquer app envolvido com conteúdo que coloque crianças em risco”.

***

É interessante notar que, assim como o WhatsApp, o Telegram também conta com criptografia de ponta a ponta, o que impede a desenvolvedora, a Apple ou qualquer outra empresa ou organização de obter o conteúdo das mensagens compartilhadas em conversas tradicionais. Por isso, imagina-se que a Apple tenha sido alertada sobre algum plugin do Telegram que estava facilitando ou mesmo distribuído o material ilegal. Apesar disso, não temos nenhuma confirmação oficial nesse sentido.

Atualmente, o Telegram está disponível normalmente na Google Play Store e também na App Store.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: