Alphabet registra prejuízo líquido de US$ 3 bi no último trimestre fiscal

Aumento dos custos com projetos como carros autônomos fez a margem de lucros da gigante de tecnologia cair. Ações da empresa desvalorizaram após anúncio


A Alphabet, empresa que detém o Google, reportou lucros abaixo do esperado para o seu último trimestre fiscal, que encerrou no dia 31 de dezembro de 2017. A receita para o período foi cerca de US$ 32 bilhões, um aumento de 24% em relação ao trimestre de 2016. 

Apesar de registrar, no acumulado do ano, a marca recorde de mais de US$ 100 bilhões na receita anual, a companhia amargurou no quarto trimestre uma perda de US$ 3 bilhões. Entre as razões para o prejuízo líquido estão um pagamento de cerca de US$ 10 bilhões ao fisco americano, relativos a impostos sobre ganhos no exterior, resultado da reforma fiscal nos EUA. 

A margem de lucro também caiu devido ao aumento dos custos com projetos ambiciosos como a Waymo, divisão de carros autônomos e os balões de internet do Projeto Loon.

O anúncio impactou nas ações da companhia. Durante o after hour, as ações da Alphabet caíram 2,3%.

Como era de se esperar o negócio de anúncios do Google foi o que destacou, assumindo US$ 27,27 bilhões no período. As outras divisões da companhia que incluem aí os negócios em nuvem, vendas com smartphones e outros hardware, loja de apps, somam US$ 4,69 bilhões. 

Segundo o CEO do Google, Sundar Pichai, a unidade de cloud se tornou um negócio de 1 bilhão de dólares por trimestre. Foi a primeira vez que o Google reportou os resultados para a Google Cloud Platform.

 

 

via IDG Now!

Deixe uma resposta