Empresa russa quer levar turistas ao espaço cobrando US$ 100 milhões por viagem

A Energia, empresa russa fabricante de mísseis e naves espaciais, está querendo levar turistas à Estação Espacial Internacional (ISS) cobrando US$ 100 milhões pela viagem. Caso o programa seja mesmo lançado, essa será a primeira vez na história em que turistas poderão pagar para conhecer o espaço.

"Análises de mercado confirmaram que pessoas muito ricas querem pagar por isso", declarou Vladimir Solntsev, chefe da Energia, não descartando a possibilidade de cobrar um pouco a menos para os primeiros interessados, que poderão fazer um passeio pelo espaço com tudo sendo filmado para preservar essa lembrança.

A Energia foi uma das responsáveis pelo envio do primeiro homem ao espaço, Yuri Gagarin, em 1961, e, atualmente, está desenvolvendo um módulo chamado NEM-2, que servirá como meio de transporte para os turistas em direção à ISS. Esse módulo fará uma viagem por ano, acomodando até seis pessoas de uma só vez, contando com cabines confortáveis, banheiros e acesso à internet. Cada viagem terá duração de 10 dias.

Se tudo der certo, o programa de turismo espacial será aberto em 2019, e Solntsev disse, ainda, que a norte-americana Boeing estaria interessada em fazer parte do projeto. Mas a empresa russa não é a única interessada em lucrar com o turismo espacial: empresas privadas como a Virgin Galactic já anunciaram ideias do tipo, cujos projetos estão em desenvolvimento. Contudo, pode ser que os russos sejam os pioneiros em mais esta façanha.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *