Estudo revela dilema de usuários na hora de escolher senhas para suas contas

A escolha de uma senha, seja para a conta do banco ou para as redes sociais, precisa ser pensada com muita cautela. De acordo com um estudo realizado pela empresa de segurança Kaspersky Lab, a maioria das pessoas, felizmente, entende a necessidade de uma senha forte.

No entanto, estes usuários estão divididos em dois grupos de dilemas: aqueles que criam senhas fortes e diferentes, mas correm o risco de esquecer quais são com frequência; e aqueles que preferem optar por senhas fracas por serem fáceis de lembrar, porém mais vulneráveis a ataques.

Segundo a pesquisa da Kaspersky Lab, os participantes afirmaram que as três contas online que mais precisam de senhas fortes são as de banco (63%), aplicativos de pagamento (42%) e lojas virtuais (41%). Porém, 38% dos entrevistados disseram não conseguir recuperar suas senhas rapidamente em caso de esquecimento.

A melhor solução para estes casos é o gerenciamento de senhas de forma segura, mas cerca de 51% dos participantes do estudo contaram que anotam as senhas de forma insegura e 23% optam por escrever no papel.

Em relação aos participantes que optam por senhas fracas, 10% usam a mesma para várias outras contas. O estudo também mostra que 17% dos entrevistados já tiveram contas invadidas nos últimos 12 meses.

As contas que são alvos em potenciais para ciberataques são a de email (41%), redes sociais (37%), contas bancárias (18%) e lojas virtuais (18%), segundo a pesquisa.

A Kaspersky Lab apresenta uma solução para estes problema. Andrei Mochola, chefe de negócios ao consumidor da empresa, diz que "se as pessoas usarem senhas fortes das quais conseguem lembrar, poderão acessar tudo de que precisam, quando precisam, e as informações mantidas em suas contas também estarão a salvo dos hackers".

Mochola comenta ainda que o uso de sistemas de gerenciamento de senhas adequados, aliado à escolha de senhas fortes, facilitam o acesso do usuário às contas e garantem uma maior segurança.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *