Aproveita que é de graça! Dicas gratuitas da semana (10/01/2018)

E aí, como foi a virada de ano? 2018 começou com tudo, especialmente nesta semana, com a CES 2018, uma das mais importantes feiras tecnológicas do ano. O evento é palco de lançamentos de tudo quanto é produto inovador, e a gente fica babando em gadgets que chegarão em breve ao mercado, muitos deles custando o olho da cara.

Então, que tal economizar uma graninha para comprar as novidades que estão prestes a chegar às prateleiras? Confira a nossa seleção semanal de serviços, aplicativos, sites e cursos gratuitos para você curtir, se informar e passar o tempo sem gastar nada!

Mete a colher, sim

Quem disse que "em briga de marido e mulher não se mete a colher"? Esse ditado popular tem se provado cada vez mais furado, uma vez que a maioria das vítimas de violência doméstica não denunciam a situação por uma série de razões, e, vulneráveis, dependem da ajuda de amigos, vizinhos e familiares para se livrarem de uma situação de abuso.

Por isso, criaram um app chamado Mete a Colher, que é de uso exclusivamente feminino e visa ajudar vítimas de violência física e psicológica. É preciso usar sua conta do Google para se cadastrar, e você pode oferecer ou pedir ajuda por ali. Essa ajuda pode ser doações de cestas básicas ou orientações jurídicas, ou apenas um ombro amigo, e as conversas acontecem por meio de um chat privado entre as duas partes.

No final da conversa, os históricos são apagados automaticamente, não arriscando que o agressor acesse o celular da vítima e descubra que ela está pedindo algum tipo de auxílio. Ainda, no app há informações sobre delegacias e locais onde fazer denúncias formais, além de estabelecimentos e profissionais que oferecem atendimento psicológico e acolhimento institucional.

O app está disponível para Android e em breve chegará ao iOS. Quem usa iPhone ou iPad pode se cadastrar no site para ficar sabendo assim que a versão para a Maçã estiver disponível.

Quanto custa uma viagem?

Prever os custos de uma viagem não é uma tarefa das mais fáceis. É preciso somar o gasto com passagens, alimentação, hospedagem, roteiros turísticos e ainda separar uma grana para comprar uns souvenirs bacanas. Mas com o site Quanto Custa Viajar essa missão fica mais simples.

O serviço tem em seu banco de dados mais de 100 cidades de todo o mundo, e fornece uma estimativa de gastos de acordo com os parâmetros que você definir na busca, incluindo necessidade de se hospedar em um hotel e quantos dias ficará por lá. Você escolhe o perfil do viajante (mochileiro, econômico ou conforto), define o tempo da estadia na cidade escolhida e o site informa o valor de passagens aéreas, alimentação e hospedagem, além do valor de ingressos para atrações famosas e transporte, com links para você comprar tudo online mesmo.

Categorias escondidas da Netflix

Uma reclamação de muitos usuários da Netflix é com relação às categorias que o serviço define para a descoberta de filmes e séries. A gente acaba "fuçando" o catálogo por um tempão até achar algo realmente legal para assistir, mas o que nem todo mundo sabe é que a Netflix define categorias bastante específicas para ordenar os vídeos, ainda que elas não apareçam para o usuário escolher.

Então, o site NoNetflix decidiu pegar os códigos dessas categorias escondidas e organizar tudo em uma página. Assim, fica mais fácil encontrar filmes bem específicos, como, por exemplo, "dramas baseados em literatura clássica".

Ofereça e contrate talentos

Você é muito bom em passear com cachorros? Ou, ainda, manda muito bem no preparo de uma receita difícil de fazer? Que tal oferecer suas habilidades por aí, bem como chamar pessoas que são talentosas em algo para te ajudar nas suas tarefas? Para isso, existe o Good People, app que conecta talentos e oportunidades, sejam elas profissionais, ou não.

Em seu perfil, o usuário define quais são seus talentos a serem ofertados, e é possível publicar projetos que precisem de talentos específicos, ou simplesmente pedir uma ajudinha para pintar a casa. Grátis para Android e iOS, com opção de idioma em português e vários brasileiros se conectando por lá.

Aprenda japonês agora mesmo

Quem é fã de mangás e animes acaba aprendendo uma palavra ou outra em japonês, mas que tal entender de verdade o que seus personagens favoritos estão falando, sem depender da tradução para o português? Pois fique sabendo que uma emissora japonesa chamada NHK World decidiu oferecer um curso online e gratuito para que brasileiros aprendam o idioma!

Não é necessário se inscrever, bastando acessar o site para participar das aulas e treinar com os exercícios sugeridos. As aulas são oferecidas por meio de histórias em áudio com ilustrações para ensinar gramática básica e expressões japonesas, e o material pode ser baixado para que o aluno reveja qualquer coisa que precisar, quando desejar.

via Canaltech

Deixe uma resposta