Fones Bluetooth terão autonomia de até 12 horas com chip da Qualcomm

Fabricantes como Apple, Motorola e HTC vêm removendo as entradas tradicionais para fones de ouvido em seus smartphones. A solução é usar um adaptador, um fone com entrada USB-C/Lightning, ou migrar para o Bluetooth.

Os fones Bluetooth podem ser mais convenientes que os modelos com fio, mas têm um problema: a bateria acaba, às vezes rápido demais. A Qualcomm está tentando resolver isso.

O Qualcomm QCC5100 é um processador Bluetooth de baixa potência. Ele se conecta a outros dispositivos, interpreta seus comandos, e processa dados em tempo real. Além disso, temos aqui suporte a Bluetooth 5, com alcance de até 40 metros e redução de interferências.

Seu consumo de energia promete ser até 65% menor para chamadas de voz e transmissão de áudio, em comparação a soluções anteriores. Isso permite criar fones de ouvido sem fio com o triplo da autonomia que a geração atual.

O novo chip vai além de transmitir música e fazer chamadas. Ele permite usar sensores biométricos, como frequência cardíaca; tem suporte a cancelamento ativo de ruído; e sempre ouve seus comandos de voz — como OK Google ou Ei, Siri — gastando pouca energia.

Anthony Murray, da Qualcomm, diz à CNET que os fones de ouvido poderão durar 12 horas ou mais reproduzindo música. Se você usar outros recursos — como biometria ou assistente de voz sempre ativa — a autonomia deve ficar entre três e cinco horas.

Os primeiros fones de ouvido com o novo chip da Qualcomm devem ser lançados no terceiro trimestre.

Com informações: Qualcomm, CNET.

Fones Bluetooth terão autonomia de até 12 horas com chip da Qualcomm

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *