Ex-CEO da Uber pode vender 30% de suas ações e faturar US$ 1,4 bilhão

Segundo a agência Reuters, o ex-CEO e cofundador da Uber, Travis Kalanick, estaria tentando vender 30% de suas ações da companhia por um valor de US$ 1,4 bilhão. Kalanick atualmente possui 10% das ações da Uber, líder do mercado de apps de transporte particular de passageiros.

Em maio, Travis deixou o posto de CEO da companhia após um histórico turbulento repleto de processos judiciais, acusações de assédio sexual e condutas inadequadas em sua então companhia. Ainda segundo a Reuters, Kalanick teria fechado um acordo com um consórcio liderado pela Softbank, que assumirá uma participação de 17,5% da Uber após a compra das ações do ex-CEO.

Como parte do acordo, a Softbank avaliou a Uber em US$ 48 bilhões, número esse que é 30% menor do que avaliações recentes, que teriam valorizado a companhia com a marca de US$ 68 bi. Essa deve ser a última chance de Kalanick vender suas atuais ações, uma vez que a Uber abrirá seu capital em 2019.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.

via Canaltech

Deixe uma resposta